Ex-governador Sandoval é inocentado de ação penal por falta de provas

361
Maria José Cotrim
O ex-governador Sandoval Cardoso foi inocentado de ação penal impetrada pelo Ministério Público Federal contra ele.
Sandoval Cardoso vy governo de tocantins

A acusação é de que em setembro de 2014, período eleitoral, o ex-governador teria usado o valor de cerca de cerca de R$ 499 mil reais ( quase meio milhão) proveniente de financiamento rural feito com o Banco do Brasil para custear sua campanha ao cargo de governador.

Em entrevista á Gazeta do Cerrado, o advogado Leandro Fernando Chaves, que fez a defesa do ex-governador e conseguiu inocentá-lo, comentou a decisão:  “A defesa foi exposta de forma técnica e sóbria em relação á inocência do ex-governador Sandoval de que o mesmo não utilizou recurso advindo do financiamento próprio em sua campanha o que poderia configurar o crime contra a ordem financeira e tributária”, afirmou.

IMG-20170811-WA0005

Ele ponderou que o judiciário segue retilíneo, de forma imparcial e aplicou a justiça no caso. ” O ex-governador segue acreditando na justiça e tão logo provará sua inocência nos outros processos”, informou.

O juiz federal substituto, João Paulo Abe foi quem concedeu a decisão no dia oito deste mês e absolveu o ex-governador alegando ausência de  provas. Em um momento da decisão o juiz afirmou: “Durante a instrução não foram trazidos aos autos quaisquer elementos de convicção dos quais se pudesse extrair, ainda que indiciariamente, a veracidade do fato imputado ao acusado. Pelo contrário, durante a instrução, o que se pôde observar foram justificativas convincentes por parte da defesa”, afirmou.

Segundo o MPF alegou, a prestação de contas de Sandoval teria confirmado a utilização de recurso.  Sandoval indicou testemunhas para se defender e prestou depoimento sobre o caso.
O ex-governador, que já foi preso por dias, responde a outros processos e acusações na justiça.

Sua opinião é muito importante: