Na cadeia: Comerciante é preso por furto de energia e casal por tráfico em Taquaruçu

241

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Praticados Contra Concessionárias de Serviços Pública (DERFAE) prendeu em flagrante, na tarde desta quinta-feira, 10, o proprietário de um estabelecimento comercial, do tipo food truck, localizado na quadra 403 Sul, em Palmas.

furto-energia

De acordo com o delegado da DERFAE, Elirio Putton, o dono do estabelecimento nunca tinha solicitado à concessionária Energisa o fornecimento de energia para o empreendimento. “A Polícia Civil recebeu uma denúncia na tarde de ontem e se deslocou ao local, se passando por clientes. Percebemos que havia uma ligação clandestina ligando diretamente o food truck à rede de energia, sem medição”, afirma.

 

Ainda segundo o delegado, ao conversar com o proprietário do estabelecimento, o mesmo informou que estava desde o mês de Junho utilizando aquele ponto, e que tinha conhecimento que estava furtando energia elétrica. “Acionamos a equipe de peritos oficiais e efetuamos a prisão em flagrante”, completa.

 

O suspeito foi conduzido à delegacia para as providências legais, e, após o pagamento de fiança, foi liberado. Ele irá responder criminalmente por furto de energia, segundo o artigo 155, § 3 do código penal brasileiro.

Casal preso

Polícia Civil do Tocantins, por meio da 6ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas (6ª DPC) prendeu na manhã desta sexta-feira, 11, um homem e uma mulher, de 40 e 36 anos, suspeitos de atuarem no tráfico de drogas na região de Taquaruçu. Foram apreendidas 500 gramas de drogas e objetos eletrônicos fruto de receptação. A operação teve o apoio operacional de policias civis da Denarc (Delegacia Especializada em Repressão a Narcóticos) e policiais militares do Grupo de Operações com Cães (GOC/PM).

Foto - Yago Modesto (3)

De acordo com o delegado titular da 6ª DPC, Hudson Guimarães, após uma semana de investigações, a Polícia Civil chegou à conclusão de que o casal estava comercializando drogas e receptando bens subtraídos dos moradores da região de Taquaruçu. “A partir dessa investigação, conseguimos uma ordem judicial de busca e apreensão na casa do casal e dos pais da mulher”, conta o delegado.

 

Na casa do casal foram localizadas 500 gramas de drogas. Já na outra residência a Polícia Civil apreendeu 7 aparelhos de televisão, 2 tablets, 2 notebooks, 7 aparelhos de celular e dezenas de peças e celulares quebrados.

 

O delegado ressalta a importância do trabalho conjunto entre as polícias nesta operação. “Tivemos o apoio do GOC da Polícia Militar, que nos auxiliaram nas buscas com os cães farejadores, resultando na apreensão de drogas, prisão de duas pessoas e na recuperação de diversos objetos frutos furto e roubo”, afirma o titular da 6ª DPC.

 

Após ser ouvido pela autoridade policial, o casal foi encaminhado a Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP). Eles irão responder pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Quanto ao material apreendido, a Polícia Civil pede para que quem tenha sido vítima de crimes contra o patrimônio em Taquaruçu, procure a 6ª DPC no intuito de reconhecer e recuperar o material subtraído.

 

Combate à Criminalidade em Taquaruçu

 

Para o secretário da segurança pública , César Simoni, o distrito de Taquarucu já percebe os resultados positivos das ações de segurança pública. “Continuamos com as operações para garantir a tranquilidade dos moradores e em breve o governador Marcelo Miranda vai inaugurar a delegacia no local, que atualmente passa por uma reforma”, pontua.

 

Como afirma o delegado Hudson Guimarães, a população de Taquaruçu pode se sentir confiante em procurar a 6ª DPC. “A Polícia Civil continua trabalhando em prol da população do distrito, dando resposta a sociedade com esse trabalho de combate ao tráfico e repreensão de diversos crimes que vinham ocorrendo na região”, conclui.

Sua opinião é muito importante: