Mais de 7 mil contribuintes já caíram no Malha Fina em 2017

67

Brener Nunes

calculadora
(iStockphoto/Getty Images)

A entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2017 foi recebida até 28 de março em todo o Brasil. No Tocantins, 7.343 contribuintes já caíram no Malha Fina. Isso acontece porque A Receita Federal (RF) identifica logo após poucas horas do envio do documento, se a declaração teve algum problema ou erro.

 
De acordo com a chefe de gabinete da Receita Federal do Tocantins, Maria Glória Xavier, quem foi pego no Malha Fina deve agendar atendimento para apresentar documentos, aguardar notificação ou enviar a declaração retificadora para correção ou complementação de alguma informação.

 
Indagada sobre penalidades que os contribuintes podem sofrer, Maria diz que podem ocorrer ou restrição do CPF. “As penalidades são multas, bloqueio da restituição se houver, inscrição na dívida ativa da União, restrição no CPF e impedimento de emitir CND que é obrigatória para se obter empréstimos ou vender imóveis, por exemplo”, explica.

 
A chefe de gabinete ainda diz que o número de contribuintes irregulares cresceu muito em relação ao mesmo período do ano passado. ” Em 2016, 4. 878 contribuintes caíram no Malha Fina”, finaliza.

Sua opinião é muito importante: