Bastidores: Temer foge da imprensa no Tocantins

102

 

Foto: Beto Barata
Foto: Beto Barata

Em visita a Xambioá, norte do Tocantins, nesta quinta-feira, 14, o presidente da república Michel Temer (PMDB), fugiu da imprensa e deixou o evento sem falar com os jornalistas, que o abordaram duas vezes, mas ele apenas acenou, sorrindo, e ignorou as perguntas dos profissionais.

A pressão sob Temer ganhou força depois que foram divulgados trechos da delação premiada do doleiro Lúcio Bolonha Fularo, que acusou o presidente de receber propina e pedir dinheiro para outros parlamentares.

Temer está no Tocantins para o lançamento da na BR-153, que liga o Tocantins ao estado do Pará. O evento foi realizado em Xambioá, no extremo norte do estado. A rodovia é uma das mais importantes rotas de escoamento do estado. Atualmente, a travessia ainda é feita por balsas. Durante discurso, Temer disse que “a única autoridade existente do sistema é a lei, é a Constituição”. Sem citar nomes, ele disse que o abuso de autoridade deve ser evitado.

“Não somos autoridades, somos autoridades constituídas, a única autoridade existente no sistema é a lei, a Constituição. Portanto, quando falam em abuso de autoridade, costumo dizer que não é abuso de autoridade contra o presidente, o governador, contra o deputado. É quando alguém ultrapassa os limites da lei, daí é que há a violação da autoridade, uma coisa que devemos evitar no Brasil”, disse Michel.

Sua opinião é muito importante: