Sistema de saúde do TO não tem mamógrafo digital; Araguaína está sem aparelho

83
mamografia
(Imagem da internet)

O Tocantins não tem nenhum mamógrafo digital. A Gazeta do Cerrado buscou informações sobre o assunto junto à Secretaria de Saúde do Estado (Sesau), que informou por meio de nota que, o Estado possui seis mamógrafos convencionais, e que Araguaína está sem o aparelho, e que a pasta está reorganizando o retorno do atendimento no município, após o término de contrato com a empresa prestadora do serviço.

Segundo a Sesau os mamógrafos de Augustinópolis (01), Gurupi (01), Palmas (02), Paraíso do Tocantins (01) e Dianópolis (01) estão em pleno funcionamento.

A Secretaria informa ainda que, segundo o Ministério da Saúde, a população com indicação de rastreamento de mamografia no Tocantins é de 42.095 mulheres com idade entre 50 e 69 anos. Somente entre os meses de janeiro a julho de 2016 foram realizadas 5.593 mamografias, dessas 3.028 em mulheres da população alvo (faixa etária de 50 a 69 anos).

De acordo com o Sistema de Informações Ambulatoriais do Sistema único de Saúde (SUS), entre os meses de janeiro a julho de 2017 foram realizadas 4.608 mamografias, dessas, 2.616 em mulheres da população alvo (faixa etária de 50 a 69 anos).

A Secretaria ainda destaca que a média de exames realizados nesse período foi de 658 exames/mês.

Conforme a pasta, ss encaminhamentos de pacientes seguem o seguinte fluxo: o profissional da Atenção Básica solicita o exame e encaminha a solicitação para a Regulação de cada município para o exame ser agendado na sua referência. Após confirmação de data e horário, a autorização é devolvida para a Unidade Básica de Saúde do paciente para comunicação do seu agendamento.

Sobre o atendimento, o tempo de espera depende da disponibilidade de vagas no prestador de serviço que respeita a capacidade instalada do equipamento.  A emissão dos resultados respeita contrato vigente com o prestador de serviço, cujo prazo de entrega do resultado é de até cinco (05) dias úteis, destaca a Sesau.

Confira nota na ítegra:

Nota de esclarecimento

A Secretaria de Estado da Saúde esclarece que os mamógrafos de Augustinópolis (01), Gurupi (01), Palmas (02), Paraíso do Tocantins (01) e Dianópolis (01) estão em pleno funcionamento e que a Secretaria está reorganizando o retorno do atendimento em Araguaína, após o término de contrato com a empresa prestadora do serviço. 

A Secretaria informa ainda que, segundo o Ministério da Saúde, a população com indicação de rastreamento de mamografia no Tocantins é de 42.095 mulheres com idade entre 50 e 69 anos. Somente entre os meses de janeiro a julho de 2016 foram realizadas 5.593 mamografias, dessas 3.028 em mulheres da população alvo (faixa etária de 50 a 69 anos). 

Entre os meses de janeiro a julho de 2017 foram realizadas 4.608 mamografias, dessas 2.616 em mulheres da população alvo (faixa etária de 50 a 69 anos). Destacamos que a média de exames realizados nesse período foi de 658 exames/mês.

Fonte: SIA/DATASUS

Os encaminhamentos de pacientes seguem o seguinte fluxo: o profissional da Atenção Básica solicita o exame e encaminha a solicitação para a Regulação de cada município para o exame ser agendado na sua referência. Após confirmação de data e horário, a autorização é devolvida para a Unidade Básica de Saúde do paciente para comunicação do seu agendamento.

Sobre o atendimento, o tempo de espera depende da disponibilidade de vagas no prestador de serviço que respeita a capacidade instalada do equipamento.  A emissão dos resultados respeita contrato vigente com o prestador de serviço, cujo prazo de entrega do resultado é de até cinco (05) dias úteis. 

Palmas, 13 de setembro de 2017. 

 

 

Sua opinião é muito importante: