1ª etapa do Hospital do Amor pode começar a funcionar já em outubro; Tocantinense foi o maior alocador de recursos

Por Gazeta do Cerrado | 15/09/2020

Última atualização em 15/09/2020 07:17

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Maju Cotrim

O presidente da Fundação Pio XII, Henrique Prata que administra o Hospital do Amor em Palmas mostrou as instalações da obra que está em fase avançada nesta segunda-feira, 14. Ele foi acompanhado do senador e líder no Congresso, Eduardo Gomes que conheceu de perto a estrutura.

A primeira etapa da obra pode começar a funcionar já no mês de outubro.

Henrique Prata mostrou os detalhes do Pavilhão que deve se chamar Eduardo Gomes. “Esse aqui é o bloco Eduardo Gomes e isso aqui é o mais importante não porque é ele mas porque isso aqui foi de coração, aqui as pessoas vão fazer diagnóstico sem fila com aparelhos que nem Brasília vai ter igual o que tem aqui”, disse.

“Palmas vai ser conhecida por ter um dos centros mais avançados hoje de tecnologia de radiologia e radiologia intervencionista”, garantiu Prata.

Segundo Prata, Gomes é o político que mais financiou o hospital do Amor em toda história de 60 anos do projeto no país. O Hospital salva vidas há anos e atende milhares de tocantinenses. A unidade da capital será referência para os estados vizinhos encurtando a distância para o doloroso tratamento.

Eduardo Gomes ficou feliz em ver o andamento da obra e destacou os milhares e milhões de voluntários do hospital em todo país. “O sentimento é de gratidão, mas de obrigação”, pontuou.

Órgãos, entidades e muitos voluntários também se mobilizam ano a ano em prol de doações por meio de várias iniciativas em prol da obra do hospital.

Recurso surpresa

O senador Eduardo Gomes conseguiu, de surpresa, liberar R$ 11,4 milhões para a obra ano passado para construção de um centro avançado de imagens. Além disso, alocou ainda mais recursos de suas emendas parlamentares.

A obra

A construção do Hospital do Amor em Palmas está orçada em R$ 120 milhões e contempla três unidades: de diagnóstico, tratamento e de prevenção e pesquisa. O Hospital do Amor do Tocantins funcionará como uma filial do Hospital do Amor de Barretos-SP, reconhecido como um dos melhores centros especializados em tratamento de câncer no Brasil e na América do Sul. A construção dos três blocos em Palmas acontece simultaneamente.
O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que 600 mil novos casos da doença irão surgir no Brasil este ano. Desses, 1370 novos casos em homens no Tocantins e 1310 em mulheres. Cânceres de próstata e de mama são os que apresentam maior incidência.

Carreta

Uma carreta da saúde vai rodar o estado fazendo exames preventivos de detecção de câncer em mulheres, o que vai salvar muitas vidas.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br