Corrida do Fogo: Bombeiros buscam doação para ajudar menina a andar

dbaf0216-8d27-482a-88b6-db96e003b5ff

A Corrida do Fogo em Palmas este ano terá um objetivo social: arrecadar recursos para ajudar no custeio do tratamento para a menina Mariana, de 2 anos, que sofre com uma paralisia cerebral. A intenção da comissão organizadora da corrida é ajudar a família, já que o tratamento da menina custa cerca de R$ 50 mil por ano e é feito no Paraná.

Filha do bombeiro militar sargento Manoel Pereira da Silva, Mariana nasceu prematura com 28 semanas e pesando apenas 930 gramas. Durante a gravidez a mãe, Raimunda Pereira, sofreu uma grave infecção o que fez com que o hemisfério cerebral esquerdo ficasse comprometido. Em função da lesão ela sofre de atrasos na fala e no desenvolvimento motor, o que impede que ela não tenha coordenação motora para se equilibrar e andar sozinha.

Segundo informações de colegas da corporação, os pais de Mariana são bem ativos no sentido de buscar ajuda, buscar recursos para manter o tratamento da filha. Cada viagem dela ao Paraná para as sessões custa cerca de R$ 7 mil, mas quando a família não tem esse dinheiro, a menina não vai e o tratamento acaba sendo descontinuado.

O tratamento é feito de modo 100% particular, sem ajuda do Poder Público, e trata-se de um método criado no Chile: Neuropsicomotor.

A Corrida do Fogo acontece no próximo dia 2 de julho e as inscrições começam nesta segunda-feira, 05. No ato da inscrição o competidor poderá escolher pela opção “DOADOR” ou “NÃO DOADOR”. Caso se inscreva como “doador”, ele poderá optar ainda em doar R$ 10 ou R$ 20, além do valor normal da inscrição. Assim o boleto para pagamento da inscrição já será emitido com o valor total.

O valor que for arrecado como doação será integralmente repassado para a família de Mariana, para ajudar que a menina continue o tratamento e consiga andar.

 

Corrida do Fogo 207 – ANDA MARIANA!

 

 

 

Sua opinião é muito importante: