“Como um caixeiro-viajante, buscarei empresário de todo país para investir aqui”, garante Amastha em Gurupi

0
45
(Divulgação)

Ao abordar a questão da geração de emprego, uma das maiores reivindicações dos tocantinenses atualmente, o candidato a governador do Tocantins na eleição suplementar de 3 de junho pela coligação “A Verdadeira Mudança”, Carlos Amastha (PSB), garantiu que atuará como um caixeiro-viajante em busca de empresários e empreendedores dos mais diversos segmentos para investir em Gurupi e no Tocantins.

A sua origem de empresário e o relacionamento que tem com diretores e presidentes de algumas das principais empresas do país e de várias partes do mundo o credenciam a buscar investimentos ao Estado. “Serei um caixeiro-viajante e vou buscar empresários de todo o país para investir aqui em Gurupi e no Tocantins. Temos um potencial enorme e é preciso planejamento e gestão para realizarmos esse trabalho”, garantiu Amastha durante reunião com moradores de Gurupi na noite dessa segunda-feira, dia 15, na casa do presidente da Câmara de Vereadores de Gurupi, Valdônio Rodrigues (PSB).

Populares, líderes empresariais e lideranças políticas prestigiaram o encontro. Entre eles, o deputado estadual Alan Barbiero, o vereador Eduardo Fortes (PSDB), o presidente do Sindicarnes, que representa os frigoríficos, e vice-presidente da Fieto (Federação das Indústrias do Estado do Tocantins), Oswaldo Stival Júnior, o defensor público estadual Kita Maciel, o ex-presidente da Agência de Turismo de Palmas Cristiano Rodrigues, a agropecuarista Andrea Stival, conselheira da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), entre outros.

Insegurança jurídica e má gestão afugentam investimentos

Para Amastha, a insegurança jurídica e administrativa, aliada à falta de projetos de gestão no Estado nos últimos anos, afasta investidores. “O empresário para investir aqui precisa de segurança jurídica e incentivo. [Os políticos] Não fizeram isso porque não tiveram interesse em libertar a população da dependência da máquina pública. Eles não tinham projeto de gestão, apenas pensam em projeto de poder. Nós garantiremos essa segurança, respeitando contratos e discutindo a política tributária e de investimento com os próprios setores”, afirmou.

Investir na vocação local e em capacitação

Amastha detalhou sua proposta de retomada de investimento do Estado. “Temos que, primeiramente, avaliar a vocação da cidade, da região. Depois, capacitar as pessoas que atuam nesses setores, dar condições para que eles possam agregar valor aos seus produtos, abrir mercados. O Estado, como indutor do desenvolvimento, deve oferecer financiamento e estar ao lado do segmento produtivo”, disse.

Para o candidato, Gurupi, por sua localização estratégica, tem o primordial para que empresas possam ter interesse em investir no município. Além de aproveitar o corredor da rodovia federal BR-153, a Belém-Brasília, por onde passam mercadorias que vão de norte a sul do Brasil, Amastha pretende dar início a estudos para construção de uma nova rodoviária às margens da estrada.

E outra meta é viabilizar e buscar junto a empresas aéreas implantação de vôos regulares de Palmas -Gurupi. “Acreditem em mim. É possível! Fizemos em Palmas e faremos no Tocantins. Por que o Brasil quebrou, o Tocantins quebrou e Palmas superou a crise e tem os melhores índices de saúde, educação e emprego? É gestão, é planejamento”, emendou Amastha, que quer levar ao Palácio Araguaia sua experiência de empresário de formação e prefeito de Palmas por cinco anos.

Obras do hospital regional serão retomadas

Na reunião, Amastha se comprometeu com os moradores de, ao ser eleito, irá retomar imediatamente as obras do hospital regional de Gurupi. Zerar a fila de espera para cirurgias é outro compromisso. Ele vai levar ao município alguns projetos inovadores e que deram resultado na educação de Palmas: escolas de tempo integral em parceria com Marinha, Exército, Bombeiros e Embrapa. Na área da segurança, vai estimular a criação da guarda municipal. “Chegou o tempo da mudança. É uma nova oportunidade de virar essa página. O apoio dessas pessoas e a união em torno desse projeto em Gurupi e no Tocantins é para trazer o brilho nos olhos das pessoas e devolver o orgulho delas em ser tocantinense”, finalizou.

Sua opinião é muito importante: