Caos: aeroportos também sofrem impactos de greve; Ubers podem ser autuados

(Divulgação)

Brener Nunes – Gazeta do Cerrado

A falta de combustível já chegou ao aeroporto de Palmas. Em imagens divulgadas nas redes, dezenas de pessoas lotam o aeroporto da Capital devido a voos atrasados ou cancelados pela falta do abastecimento de combustível.

Segundo relatório da Infraero de 11h09 aponta que o aeroporto de Palmas só tem combustível para esta quarta-feira, 23, devido a greve.

Segundo o órgão o Caminhão da BR está parado em Gurupi-TO. Previsão de estoque até meio-dia. O da Shell está parado em Paulínia-SP.

“Caminhão da BR parado em Gurupi-TO. Previsão de estoque até meio-dia. O da Shell está parado em Paulínia-SP.”

(Divulgação)

Uber podem ser autuados

Devido ao aumento dos combustíveis nos postos, motoristas da Uber se juntaram aos caminhoneiros numa grande paralisação. Na tarde desta terça-feira, 23, motoristas da plataforma saíram da Havan e percorreram boa parte da Capital ao encontro dos caminhoneiros na ponte FHC, que liga Palmas a Luzimangues.

O que muitos não sabem é a plataforma da Uber ainda não se cadastrou na Agência de Regulação de Palmas (ARP), segundo informou a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana à Gazeta. Portanto, os condutores dos carros podem ser autuados com base no artigo 231, VIII do CTB, por efetuar o transporte remunerado de passageiros sem possuir autorização para esse fim, o valor da multa nesse caso é de R$ 130,16, e ainda quatro pontos na carteira.

Ainda segundo a pasta, a lei federal 13.640/2018 determina que o veículo utilizado neste tipo de serviço tem que atender aos requisitos de idade máxima e as características exigidas pela autoridade de trânsito e pelo poder municipal.

(Foto: Matheus Coelho)

Greve

Dezenas de caminhoneiros fecham a passagem para cargas após o Distrito de Luzimangues na direção a Paraíso do Tocantins. A Gazeta do Cerrado esteve no local no início da tarde de hoje.

O acampamento no local completou 24 horas e conta com suporte e ajuda de vários moradores e também empresários. Uma tenda foi montada e alimentos além de água estão sendo doados para os grevistas que estão no local.

Caminhões estão parados na beira da rodovia com mensagens contra o aumento de combustíveis.

Cerca de 50 motorista da Uber iniciaram movimento contra o aumento do combustível no Tocantins. Os carros se reuniram na Havan, 403 sul, em Palmas a partir das 14 horas, com carro de som, a caminho do protesto  dos caminhoneiros em Luzimangues.

Caminhões estão parados na beira da rodovia com mensagens contra o aumento de combustíveis/ Divulgação

 

 

Sua opinião é muito importante: