Em Porto, Kátia reforça que sua prioridade será combater a pobreza

Bispo demonstrou também sua preocupação com a população mais pobre e com os romeiros do Senhor do Bonfim/ Divulgação

O bispo diocesano de Porto Nacional, D. Romualdo Krijansky, recebeu na noite de terça-feira, 22, em sua residência oficial em Porto Nacional, a candidata Kátia Abreu (PDT), que concorrerá ao Governo do Estado pela coligação Reconstruindo o Tocantins na eleição suplementar de 3 de junho. Durante a visita, Kátia fez orações na capela da residência e logo após foi abençoada por D. Romualdo, que em seguida relatou a ela as dificuldades para a manutenção e reforma da Catedral de Nossa Senhora das Mercês, que é certificada como patrimônio histórico pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Bispo demonstrou também sua preocupação com a população mais pobre e com os romeiros do Senhor do Bonfim.

A candidata então citou algumas das propostas de seu plano de governo e assegurou que uma de suas prioridades será o combate à pobreza. “Um dos meus maiores compromissos é com os pequeninos, que são os 800 mil tocantinenses que se encontram abaixo da linha de pobreza, dos quais 200 mil estão na extrema pobreza, passando fome. É vergonhoso e anticristão que um estado que produz todo tipo de alimento não mate a fome de seu povo”, disse. A candidata explicou também a D. Romualdo que o IPVA dos veículos automotores com mais de 15 anos deixará de ser cobrado, que terá políticas para manter os jovens na escola até a universidade, oportunizar a eles a CNH sem custos, estágios remunerados e o primeiro emprego.

Kátia Abreu se comprometeu ainda a reformar a Catedral de Nossa Senhora das Mercês explicando que como se trata de patrimônio histórico a obra pode ser feita pelo Estado. E disse que fará parcerias com a iniciativa privada para construir a hospedaria e o restaurante popular para os romeiros que o bispo solicitou para os romeiros do Senhor do Bonfim em Natividade.

Sua opinião é muito importante: