Após tumultos e tentativas de furar bloqueios, protesto de caminhoneiros na ponte FHC termina em buzinaço

(Maju Cotrim)

Maria José Cotrim

A interdição dos caminhoneiros na ponte de Luzimangues parou o tráfego por 40 minutos. Eles fizeram um momento de conscientização com cartazes e ganharam adesão dos proprietários de carros de som.

A polícia militar reforçou o efetivo após motociclistas tentarem furar o bloqueio. Todos os tumultos foram contornados.

Os motoristas de Uber também aderiram ao movimento. Centenas de carros e motos tiveram queda aguardar. Após liberação da via, um grande buzinaço aconteceu em apoio aos Caminhoneiros.

A manifestação é contra a alta dos combustíveis no país. Mais de 10 pontos estão interditados no Tocantins.

O grupo recebeu várias doações de moradores e empresários.

Sua opinião é muito importante: