Universidades alteram aulas: Campus da UFT estão com ponto facultativo

- Divulgação UFT

Lucas Eurilio/Repórter Gazeta do Cerrado

Por conta da greve dos caminhoneiros que já dura seis dias, algumas universidades públicas e particulares de Palmas, decidiram suspender todas as atividades desta segunda-feira, 28. Em um comunicado, o Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra), informou que apenas os setores administrativos vão funcionar em horário comercial e os colaboradores que estiverem com dificuldade de deslocamento, devem entrar em contato com a instituição.

A Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), também disponibilizou em seu site, que não haverá aula presencial nos períodos matutino e vespertino. As atividades das disciplinas deverão ser postadas através do sistema [email protected] A noite, a programação do II Colóquio de Ensino, Pesquisa e Extensão, será mantida.

Já na Universidade Federal do Tocantins (UFT), suspendeu desde a última sexta-feira, 25, as atividades nos Câmpus de Palmas, Porto Nacional e Miracema do Tocantins até que a situação da greve dos caminhoneiros normalize. Os campus de Araguaína, Arraias, Gurupi e Tocantinópolis, a programação será mantida até que uma nova avaliação seja realizada pelos gestores locais.

Durante o período de ponto facultativo, apenas os serviços essenciais serão mantidos pela Universidade.

Sua opinião é muito importante: