Professores de Ponte Alta paralisam atividades contra redução de carga horária e salários

0
320
(Divulgação)

Trabalhadores em educação do município de Ponte Alta realizaram nesta quarta-feira, 20, uma manifestação contra as atrocidades cometidas pelo prefeito contra os profissionais. De acordo com a categoria, a gestão reduziu a carga horária e os salários dos trabalhadores, para promover contratos temporários.

A categoria indignada decidiu acatar a orientação do Sintet e realizar um dia de paralisação. O ato teve início em frente Creche Pró-Infância percorrendo as principais ruas da cidade, a Praça Capitão Antônio Mascarenhas, Semed e encerrou com a ocupação da prefeitura, onde a categoria denunciou as mazelas do prefeito e secretário de educação para com a educação municipal.

Participaram do ato o presidente do Sintet, José Roque Santiago, o presidente regional, Luis Antonio da Rocha, o vice-presidente do Sintet, Iata Anderson Vilarinho, o secretário de assuntos municipais, Joelson Pereira, os diretores regional, Sulpício Oliveira e José Luís Neto.

O outro lado

A Gazeta do Cerrado tentou contato com a Prefeitura de Ponte Alta, mas não obteve retorno. O espaço fica aberto para posicionamento.

(Divulgação)

Sua opinião é muito importante: