Promotor recomenda que governador não dê continuidade ao concurso da PM

1
217
(Divulgação)

Equipe Gazeta do Cerrado

O promotor Adriano Neves expediu recomendação para que o governador Mauro Carlesse se abstenha de dar continuidade ao concurso da Polícia Militar.

O promotor dei prazo de até 10 dias para que o governo informe quais medidas foram tomadas para atender a recomendação.

Reivindicação

Um grupo de candidatos que fez o concurso da Polícia Militar do Tocantins aproveitou a posse do governador Mauro Carlesse para pedir que seja divulgada a lista dos aprovados.

Eles levaram faixas pedindo que o governo de seguimento ao certame. Nossa equipe conversou com o grupo que diz aguardar com ansiedade a convocação dos aprovados.

A lista já estaria pronta e não foi divulgada antes por causa da liminar impedindo o andamento do certame. Sobre a tentativa de fraude apurada pela Polícia Civil e que levou à prisão de integrantes de uma quadrilha, os candidatos entendem que apenas os acusados deveriam ser excluídos e assim o certame segue o curso normal.

1 comentário

  1. Pelo amor de Deus, só a PM tem o direito de impedir sobre o andamento do certame, apenas interessa a corporação de novos policiais…

Sua opinião é muito importante: