Croácia vira na prorrogação, bate Inglaterra e vai à final da Copa

0
25
Croácia: esta foi a terceira vez que a seleção disputou 30 minutos adicionais neste Mundial (Tatyana Makeyeva/Reuters)

Croácia fez história nesta quarta-feira no estádio Luzhniki, em Moscou, venceu a Inglaterra de virada por 2 a 1, na prorrogação, e se garantiu pela primeira vez na história em uma final de Copa do Mundo, em que enfrentará a França daqui quatro dias.

O tempo-extra começou com poucas chances de gol, mas teve uma seleção croata fulminante depois do intervalo. Aos 4 minutos da etapa final, o atacante Mario Mandzukic se aproveitou de vacilo da defesa adversário e balançou a rede.

A equipe liderada pelos meias Luka Modric e Ivan Rakitic, assim, supera a campanha do Mundial de 1998, disputado na França. Naquele ano, Davor Suker, Zvonimir Boban e companhia terminaram na terceira colocação, depois de perder, justamente, para os anfitriões, nas semifinais, e vencer a Holanda, na disputa do terceiro lugar.

Esta foi a primeira vez nesta edição do Mundial que houve definição do vencedor na prorrogação. Antes de hoje, as quatro partidas que ficaram empatadas, se mantiveram assim até a decisão dos pênaltis, em que foi definido o vencedor.

Além disso, esta foi a terceira vez que a Croácia disputou 30 minutos adicionais neste Mundial. Nas oitavas e quartas, a vitória e a classificação só veio nos pênaltis, contra Dinamarca e Rússia, respectivamente.

Esta foi apenas a segunda vez desde a adoção, em 1986, do formato com quatro fases finais eliminatórias, que uma seleção disputa prorrogação nas oitavas, quartas e semis. A primeira foi, justamente, a da Inglaterra, que superou Bélgica e Camarões no tempo-extra, e caiu para a Alemanha, nos pênaltis, respectivamente.

O vencedor da semifinal disputada hoje encarará na decisão de domingo, às 12h (de Brasília), a França. O derrotado, por sua vez, vai até São Petersburgo, lutar pelo terceiro lugar com a Bélgica, em jogo que acontece um dia antes.

Por EFE

Sua opinião é muito importante: