Governo anuncia investimentos de mais de R$ 12 milhões nos projetos de irrigação São João e Manuel Alves

0
217

Os projetos de irrigação São João e Manuel Alves, localizados em Porto Nacional e Dianópolis, respectivamente, vão receber investimentos na ordem de R$ 12.469.741,00 para obras de infraestrutura e aquisição de equipamentos. As informações estão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) dessa sexta-feira, 14.

No Projeto São João, os recursos são de R$ 4.898.600,00 e serão investidos na revitalização do serviço de bombeamento de água. Para isso, já foi contratada empresa para fornecimento de peças de reposição para os conjuntos de motobombas e motores e de inversores de frequência, soft starter, cabos e acessórios elétricos e prestação de serviços de instalação das peças dos conjuntos motobombas, motores, inversores de frequência, soft starter e serviços de pintura, jateamento no conjunto de motobombas e rebobinamento, jateamento, pinturas dos motores. O contrato entre o Governo e a empresa Hidrodinâmica Comercial Técnica LTDA foi assinado no último dia 3 de julho e tem vigência de 180 dias a partir da Ordem de Serviço.

Já no Projeto Manuel Alves, os recursos são na ordem de R$ 7.571.141,07 e serão utilizados no pagamento de serviços referente à aquisição e montagem do sistema de irrigação parcelar dos lotes dos pequenos produtores qualificados. Com isso, o Governo pretende promover o processo de expansão e investimentos objetivando a autogestão e a satisfação de produtores de frutas e alimentos para o consumo local e a exportação. O contrato entre o Governo e a empresa Netafim Brasil Sistema e Equipamentos e de Irrigação foi assinado no dia 23 de maio deste ano e tem vigência de 36 meses a partir da Ordem de Serviço.

Além disso, o Governo do Tocantins autorizou o Consórcio Dianópolis a reiniciar as atividades de construção das obras complementares de drenagem no canal CP1 e nos setores hidráulicos da área piloto do Aproveitamento Hidroagrícola do Rio Manuel Alves.

“Os dois projetos são muito importantes para o desenvolvimento do Estado e para produção de frutas no Estado. O que é preciso é a atenção do Governo para que eles sigam se desenvolvendo. Faltou compromisso dos outros governos com esses projetos, mas nós estamos mudando essa realidade, redirecionando as ações e recuperando os equipamentos sucateados, dando oportunidade aos pequenos, médios e grandes de produzir e ter retorno dos investimentos”, garantiu o Governador Mauro Carlesse (PHS).

Sua opinião é muito importante: