Em Araguaina, justiça condena homem por tentativa de feminicídio

0
293
Divulgação

O Tribunal do Júri da Comarca de Araguaína condenou Magno Pereira Macedo por homicídio tentado contra a companheira dele, Mercia Milane de Freitas Cardoso.  Conforme a sentença, proferida na última segunda-feira (24/09),o réu terá que cumprir pena oito anos de reclusão, em regime fechado, pelos crimes previstos no artigo 121, § 2°, inciso VI (feminicídio) e artigo 14, inciso II, do Código Penal (crime tentado); além do artigo 129, § 9°, do Código Penal (lesão corporal).

De acordo com os autos, no dia 08 de abril do ano passado, na cidade de Santa Fé do Araguaia, o réu causou na companheira dele lesões corporais com arma branca, atingindo o braço direito e o seio esquerdo da vítima. Na ocasião, a filha de Mercia tentou defender a mãe e também foi atingida no braço esquerdo e nas costelas.

Por maioria dos votos, o conselho de sentença reconheceu que a vítima foi alvo de golpes com facão, que o acusado foi o autor do crime e que o fato foi praticado em situação configuradora de feminicídio. Desta forma, Magno foi condenado pelos jurados e sentenciado pelo juiz que presidiu o júri a oito anos de  reclusão por homicídio tentado contra a companheira. “Levando em consideração a quantidade de pena e a hediondez de um dos delitos por que o acusado foi condenado, o regime inicial de cumprimento de pena será o fechado”, complementou o juiz Francisco Vieira Filho, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Araguaína.

Magno ainda foi condenado a três meses e cinco dias de detenção pelo crime de lesão corporal contra a filha da vítima.

Sua opinião é muito importante: