Em Palmas, Halum diz que é preciso corrigir as desigualdades e defender as minorias desprestigiadas no Estado

0
231
Divulgação

Durante reunião, realizada na noite desta segunda-feira, 24, em Palmas, o candidato a senador César Halum (PRB) disse que os tocantinenses terão no Senado Federal um representante que lutará constantemente para “corrigir as desigualdades sociais existentes no Estado e defender as minorias que tanto tem sofrido e são desprestigiadas pelos governos sucessivos que tivemos. Precisamos combater e corrigir essas distorções”, defendeu o republicano.

Confiante, o candidato, pela coligação “Governo de Atitude” falou sobre o trabalho que seus correligionários estão fazendo em prol de sua eleição, a exemplo da vereadora Arlene, de Silvanópolis. “É justamente o trabalho da Arlene e de tantas outras pessoas espalhadas pelo estado que cada dia minha confiança aumenta mais e a certeza da vitória é tão grande que quando eu vejo eles montarem pesquisas de todo lado pra ver se tira o César Halum do rumo, eu fico muito tranquilo com tudo isso”, disse.

Ao comentar sobre as pesquisas de intenções de voto, Halum lembrou que os institutos de pesquisas não vão na zona rural, local em que ele tem expressiva votação. “É na zona rural que tenho a maioria dos votos, porque quando mudei para o estado, ainda era Goiás e cheguei aqui como médico veterinário da Secretaria da Agricultura daquele Estado, sempre ajudei o homem do campo, 70% da energia elétrica da zona rural foi levada pelas minhas mãos”, afirmou.

Halum, ainda destacou que levou água e melhorou as estradas que dão acesso aos assentamos, além de contribuir com o aumento da produção dos pequenos agricultores, com a distribuição de sementes e calcário.

O presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários do Tocantins, Marco Antônio, disse que César Halum é um parlamentar que trabalha em prol da segurança pública. “Durante esses anos César Halum destinou emendas parlamentares para segurança, trabalhou em projetos que são de interesses da polícia rodoviária que refletem diretamente na sociedade tocantinense. É por isso que nós aqui no Estado do Tocantins temos uma polícia forte e eficaz. É um homem que trabalha pela família e pelos tocantinenses em todas as áreas”.

O prefeito de Monte Santo, Cléo Aparecido disse ser fácil pedir voto para César Halum, porque ele busca atender as demandas dos municípios. “Em Monte Santo e Paraíso, César Halum terá uma votação expressiva. Trabalhamos em prol de um amanhã melhor e vamos conseguir. Retornei à Prefeitura em 2017 e César Halum começou colocando emendas para ajudar a cidade”, disse.

A candidata a deputada estadual Marcia Helena disse que conhece a trajetória de César Halum desde que ele foi vereador e prefeito de Araguaína. “Nós temos um projeto, um projeto de trabalho, um projeto para trazer benefícios tanto para zona urbana quanto para a zona rural”.

O candidato também a deputado estadual, pastor Wellington ressaltou que as pesquisas divulgadas não condizem com a realidade. “Tenho andado pelo Tocantins e quando a agente pergunta quem é seu senador? As pessoas respondem, César Halum. As pessoas têm se identificado com a nossa bandeira, que é a família. Também vamos construir um projeto para atender outras demandas, como segurança, questões sociais, educação e segurança”.

A candidata a deputada federal, Joyce (PRB) destacou que conhece há muito tempo César Halum e que ele vai representar muito bem o Tocantins no Senado Federal. “César não é um homem de prometer é um homem de cumprir. É ficha limpa, de conduta ilibada e vai nos representar muito bem no Senado. Peço a vocês o voto consciente, no dia 7 de outubro para César Halum”, pediu.

Sua opinião é muito importante: