Bloqueio na BR-153 tem tiros de bala de borracha e termina em confusão entre policiais e manifestantes

0
272
Parte da BR-153 ficou interditada durante manifestação de moradores contra a Energisa - Divulgação

Lucas Eurilio/ Repórter Gazeta do Cerrado

Parte da BR-153 foi bloqueada por manifestantes nesta terça-feira, 2, em Araguaína, região norte do Tocantins. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), moradores do setor Monte Sinai II, colocaram fogo em pneus na rodovia, protestando contra a empresa Energisa.

Ainda conforme as informações da PRF, a manifestação começou por volta das 12h e várias pessoas, incluindo crianças e mulheres estavam reunidas no local. O protesto aconteceu logo após a Energisa cortar fios de energia  clandestinos no setor.

A Polícia Militar (PM) esteve no local prestanto apoio à PRF. Em um vídeo recebido pela equipe Gazeta do Cerrado, mostra que houve confusão em policiais e manifestantes.

Carros chegaram a ficar parados na rodovia durante protesto – Divulgação

Na filmagem, um policial militar é visto atirando em um dos manifestantes com bala de borracha:

De acordo com as informações da Energisa Tocantins, uma ação realizada nesta manhã, retirou cerca de 120 ligações clandestinas, conhecidas como gambiarras, em uma área de invasão próximo ao setor Monte Sinai.

A empresa afirmou em nota que a ação foi necessária porque as ligações estavam comprometendo o fornecimento de eletricidade para outras regiões do município.

Nossa equipe entrou em contato também com a Polícia Militar (PM) para que a corporação pudesse se manifestar sobre o vídeo do policial atirando em um homem.

Em nota, a PM disse que a Energisa Tocantins solicitou apoio para cortar as ligações no local. Sobre o incidente envolvendo um policial e um manifestante, a corporação disse que é um procedimento padrão em casos de manifestações em locais públicos envolvendo pessoas infratoras da lei.

Vários manifestantes se reuniram no local – Divulgação

Veja abaixo as notas da Polícia Militar e da Energisa: 

Confira a nota da PM na íntegra

Segundo informações preliminares,  agentes da Energisa compareceram hoje no setor Monte Sinai II para cortar ligações clandestinas de energia e solicitou apoio da PM. Durante a ação, populares foram para a BR-153 para reivindicar em desfavor da ação. A  área em que ocorre a manifestação é de responsabilidade da PRF.
A Polícia Militar informa ainda que realiza o uso seletivo da força policial conforme preconiza o POP – Procedimento Operacional Padrão da PM, nos casos de manifestações em locais públicos envolvendo pessoas infratoras da lei, utilizando dos meios necessários para repelir a injusta agressão ou quebrar resistência, por parte do cidadão infrator. No caso do vídeo, foram utilizadas munições de elastômero (borracha).
Confira a nota da Energisa na íntegra

Para garantir a segurança da população, a Energisa retirou, na manhã desta terça-feira, 02/10, 120 ligações clandestinas (gambiarras) em uma área de invasão que fica após o Monte Sinai. A atitude foi necessária uma vez que estava comprometendo o fornecimento de energia para as demais regiões da cidade. Assim que o poder público regularizar a área e fornecer o projeto urbanístico, a rede de energia será construída. Os cabos de energia retirados foram entregues à Polícia Civil.

Sua opinião é muito importante: