Jovens são presos suspeitos de fazer arrastão em Gurupi

Objetos recuperados pela Polícia - Divulgação Polícia Militar do Tocantins

Dois homens, ambos de 18 anos, foram presos em flagrante delito a Polícia Militar na noite de terça-feira, 13, em Gurupi, após terem praticado roubos sucessivos de um veículo Fiat/Punto, placa de Gurupi – TO, R$ 750,00 reais em espécie, um (01) cartão bancário, quatro aparelhos celulares, além de outros objetos pessoais das vítimas. Os suspeitos utilizaram um revólver Taurus calibre 32 para a prática dos delitos. A arma também foi apreendida.

As ações delituosas tiveram início por volta das 21h30, na Rua 03, entre as avenidas Ceará e Pernambuco, região central de Gurupi. Com o emprego de ameaça com a arma de fogo os acusados roubaram o automóvel de uma mulher, quando ela saía da sua residência. Eles subtraíram também o seu aparelho celular.

Na sequência delitiva, a dupla fez outra vítima que estava em um estabelecimento comercial situado na Rua 21, esquina com a Avenida Mato Grosso. Além de roubarem um aparelho celular, ainda lesionaram o idoso com uma coronhada na cabeça. Em seguida, ao passarem pelo Setor União “V”, os criminosos roubaram um casal, subtraindo dois aparelhos celulares e R$ 750 reais em espécie, fugindo em seguida.

Assim que a PM foi acionada, equipes de radiopatrulha se mobilizaram em diligências e se deparam com os suspeitos em fuga. Durante a operação de cerco e acompanhamento tático os criminosos colidiram com outro veículo no cruzamento da Rua 19 com a Avenida Pará, centro. Em seguida eles abandonaram o automóvel roubado e fugiram a pé.

As buscas foram intensificas com o cerco policial, que culminou na prisão dos dois homens em uma residência, já na Rua 20. A arma e os objetos roubados das vítimas estavam em poder deles. Ambos receberam voz de prisão em flagrante e em seguida foram conduzidos e apresentados juntamente com o produto dos delitos na Delegacia Central de Flagrantes para as devidas providências. As vítimas reconheceram os dois homens como sendo os autores dos delitos.

Sua opinião é muito importante: