Suposto fechamento de escola em Colinas causa insatisfação de moradores; Prefeitura nega a informação

Colinas do Tocantins - Divulgação

Vitória Soares – Gazeta do Cerrado 

O suposto de fechamento de uma escola em Colinas do Tocantins,  causou insatisfação da população do município, que se manifestaram em desfavor da ação nas redes sociais se organizam para uma manifestação. Entretanto, a prefeitura afirmou que a informação não é verídica.

A escola Paroquial Nossa Senhora Aparecida é conveniada com Estado, que fornece o pagamento dos servidores, ela se localiza em uma propriedade da igreja.

Funcionários da escola, informaram à equipe da Gazeta do Cerrado, que ainda não sabem sobre as informações, mas que uma reunião foi marcada para esta quarta-feira, 28, com a presença do Prefeito, diretora e padre para o esclarecimento das informações.

A equipe da Gazeta do Cerrado entrou em contato com a prefeitura da cidade, que afirmou que a informação está equivocada e que na realidade, o município irá assumir  o ensino fundamental da escola. Segundo informado, é de obrigação da prefeitura assumi-lá devido a quantidade de alunos matriculados.

Confira nota na íntegra  

Nota de Esclarecimento

A Prefeitura Municipal de Colinas do Tocantins, vem a público, através da SEMED – Secretaria Municipal de Educação junto a Secretária de Educação, Maria Helena Defavari, esclarecer que a Escola Paroquial Nossa Senhora Aparecida não será fechada. A SEMED irá assumir o ensino fundamental da escola, sendo essa sua obrigação, segundo o Art. 11 da Lei nº 9.394/96, Lei de Diretrizes e Bases da Educação. A Diretoria Regional de Ensino junto a Secretaria Municipal de Educação e a ASBB – Associação Belém-Brasília reuniram-se para debater sobre a ampliação das vagas na escola. 

Ascom Colinas

1 comentário

  1. Bom seria se tivesse o nome do irresponsável da denúncia na matéria. Mas acho que a covardia para com o povo de Colinas já tem nome. Criando pânico na população desnecessário. Politicagem barata.

Sua opinião é muito importante: