Estudantes de Guaraí participam de projeto que visa promover inclusão social por meio do esporte

Alunos do CEM Oquerlina Torres participam do Conexão Esportiva - Foto: Divulgação

Com o objetivo de integrar as turmas, a professora Ana Raquel da Silva de educação física do Centro de Ensino Médio Oquerlina Torres, localizada em Guaraí, promoveu o projeto Conexão Esportiva. Primeiramente, os alunos estudaram a história dos jogos olímpicos e seus elementos como o significado da pira olímpica e sua expressão corporal e ginástica.

A professora Ana Raquel explicou que escolheu para o projeto modalidades esportivas não convencionais e o esporte adaptado. Participaram do Conexão Esportiva todos os alunos da escola. A estudante Thaís Ferreira Lima, aluna da 2ª série do ensino médio, ressaltou a importância da participação coletiva. “Gostei de participar do projeto, porque aprendemos novas modalidades esportivas e suas regras. O Conexão nos proporcionou mais união e nos ajudou a adquirir esse espírito competitivo”, frisou.

Foto: Divulgação

“O nosso propósito foi trabalhar com o esporte na promoção da aprendizagem, integrando o processo pedagógico e a dimensão inclusiva”, afirmou a professora Ana Raquel. Na proposta pedagógica do projeto destacaram a valorização do conhecimento sobre os jogos olímpicos, a preparação de momentos esportivos, a divulgação dos esportes adaptados, como meio de inclusão, e a contemplação dos aspectos físicos, morais e intelectuais das práticas esportivas.

 

Promover o esporte e a inclusão

O CEM Oquerlina Torres é uma unidade escolar contemplada com Programa de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, conhecido como programa Escola Jovem em Ação. E uma das atividades são as disciplinas eletivas, que tem o objetivo de explorar o protagonismo juvenil. A professora Ana Raquel trabalha com a disciplina “Sem Limites”, que aborda conteúdos de sociologia, biologia e educação física, com o foco na educação inclusiva, com o esporte adaptado.

Nesta semana, a escola recebeu o ex-aluno e praticante de jiu-jitsu Diego Bento, que falou de sua relação com o esporte e as dificuldades diárias para quem tem deficiência física.

 

 

 

Fonte: Seduc

Sua opinião é muito importante: