Governo Bolsonaro: “Um erro a ser corrigido”, diz deputado do Tocantins sobre possível ida da Funai para Agricultura

0
459

De Brasília, Maria José Cotrim

O deputado federal reeleito Vicentinho Alves do PR conversou com a equipe da Gazeta do Cerrado em seu gabinete na Câmara Federal.

Ele está fazendo um balanço geral deste primeiro mandato. “Estamos vendo este saldo final de empenhos, já é costume nosso tentar arrancar estes empenhos”, disse.

Sobre o novo governo de Jair Bolsonaro ele disse estar na expectativa. “ Estou esperançoso, o país precisa tomar um rumo”, disse.

Vicentinho apoiou Bolsonaro no segundo turno e disse que outros parlamentares eleitos não se manifestaram. “ Fui o único que deu a cara a tapa “, disse.

Ele tem conversado constantemente com membros da nova equipe e avalia: “ ele tem escolhido pessoas com perfil moral”, disse. Questionado sobre como o PR deve participar da atual gestão. “O PR é importante, é base consolidada e somos a quinta podemos chegar a quarta maior bancada. Conviver de forma republicada não tem nada de obscuro”, disse. Ele disse que a legenda tem quadros valorosos.

Funai

O novo governo cogita transferir a gestão da Fundação Nacional do Índio (Funai) para o Ministério da Agricultura, que cuida dos interesses do agronegócio e o parlamentar que sempre defendeu esta questão se manifestou sobre o assunto.

Sobre a ida da parte da Funai para a pasta da Agricultura : “Acho um erro a ser corrigido”, disse. Ele falará com a nova ministra da Agricultura, Teresa Cristina para que isso possa ser revisto. “Que deixe no Meio Ambiente ou em outra pasta”, disse.

Para ele, existe um conflito de interesse nesta questão. “Defendo o direito dos povos indígenas”, disse.

Sua opinião é muito importante: