Educação cobra resposta da prefeitura de Miracema sobre reivindicações

0
110
Profissionais realizaram uma manifestação em novembro deste ano - Divulgação

Após 60 dias sem resposta, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), através da regional de Miracema protocolou ofício na terça-feira, 4, cobrando respostas sobre as reivindicações da Educação para a prefeitura de Miracema.

O sindicato cobra o agendamento de uma reunião com a gestão, a fim de buscar respostas e encaminhamento da pauta de reivindicações da categoria junto a prefeitura municipal de Miracema.

Segundo informou o presidente do Sintet na regional, Iata Anderson Vilarinho, a categoria precisa de informações sobre a implementação das progressões na Folha de pagamento que estariam atrasadas, saber porque não foi pago as gratificações dos diretores de escola, e também sobre a mudança na data de pagamento dos servidores públicos municipais. “A gestão precisa responder estas questões, apresentar estudos, relatórios e viabilidades. O silêncio diante das reivindicações é um descaso com a categoria”, disse Iata Vilarinho.

Protesto

Dia 5 de novembro, os profissionais da rede municipal de Educação de Miracema realizaram um dia de paralisação em defesa do cumprimento do reajuste de 4 % aprovado no último mês de agosto, do pagamento das progressões de 2018 e pela mudança da data de pagamento.

A categoria protestou com caminhada pelas principais ruas e fizeram um ato público em frente da prefeitura.

Segundo o Sintet, a paralisação foi em protesto e cobrança de diálogo com a prefeitura.
“Precisamos dialogar com a gestão e buscar entendimento e respostas para o cumprimento dos nossos direitos”, finalizou Iata Vilarinho.

Sua opinião é muito importante: