Violência obstétrica é tema de palestras no Taquari

0
55
Foto: Divulgação

Devido ao número elevado de notificações de violência obstétrica no território que compõem o Centro de Saúde da Comunidade (CSC) do Jardim Taquari, a equipe multiprofissional da unidade programou para a próxima sexta-feira, 07, a partir das 8 horas, uma série de palestras com a comunidade para abordar sobre Violência obstétrica: direito à saúde e informação. O objetivo é promover a proteção das mulheres, com destaque à atenção obstétrica e neonatal humanizada e de qualidade.

 

 

De acordo com informações do Ministério da Saúde, uma em cada quatro mulheres brasileiras é vítima de violência no decorrer da gestação, parto e puerpério, abrangendo atos de desrespeito, assédio moral, violência física ou psicológica e negligência.

 

 

Segundo o enfermeiro e coordenador do Grupo Condutor Materno Infantil da Secretaria de Saúde de Palmas (Semus), Eduardo Silva Moura, o encontro pretende incentivar o debate sobre o tema devido ao número de casos de violência obstétrica nos hospitais da rede pública. “Queremos promover diálogo em relação a implantação de medidas de informação às mulheres grávidas e paridas a respeito da Política Nacional de Atenção Obstétrica e Neonatal”, destacou o coordenador.

 

 

A programação conta com a participação de gestantes atendidas na unidade de Taquari, profissionais da rede de saúde de Palmas, da Secretaria Estadual de Saúde e do Hospital e Maternidade Dona Regina.   

 

 

Fonte: Secom Palmas

Sua opinião é muito importante: