Operação na Secretaria de Governo: Palácio diz que colabora com investigações e que vai abrir processos contra servidores irregulares

0
60
Foto: Emeson Silva

O Governo do Tocantins encaminhou nota na qual se manifesta sobre operação da Polícia Civil realizada na manhã desta sexta-feira, 7.

O governo afirma que colabora com as investigações e que qualquer servidor encontrado em descordo com a lei reponderá devido processo. Também alega-se que a operação contribui com levantamentos que já estavam sendo realizados acerca do assunto.

Confira a íntegra da nota do governo sobre a operação 

O Governo do Tocantins, acerca do cumprimento de mandado de Busca e Apreensão, na manhã desta sexta-feira, 07, pela Polícia Civil na Secretaria-geral de Governo, esclarece que:

Desde que assumiu o Executivo para um mandado tampão, a atual gestão instituiu um grupo de trabalho que está levantando toda a estrutura operacional e de servidores das diversas pastas do Governo, visando uma diminuição da máquina pública. Essa reestruturação já vem identificando e levantando informações sobre servidores que se encontram em situação de ausência no trabalho. Fruto da reestruturação, no caso da Secretaria de Governo, importante salientar que, ao assumir a gestão, a Secretaria contava com 1.020 servidores, atualmente 623 integram o quadro da Pasta.

O Governo ressalta que a operação da Polícia Civil colabora com o levantamento que vem sendo realizado pela gestão. Por ter a capacidade de investigação policial, o trabalho da Polícia acrescenta muitas informações ao que já vem sendo feito pelo Governo, no sentido de apontar esses servidores e tão logo termine o período de vedação da Lei Eleitoral serão instaurados os devidos procedimentos administrativos contra os servidores identificados.

O Governo do Tocantins reitera que colabora com as investigações e que qualquer servidor encontrado em desacordo com a lei responderá ao  devido processo.

Secretaria de Estado da Comunicação Social

Governo do Tocantis

Sua opinião é muito importante: