Para advogado de Carlesse, não há tempo nem provas para uma cassação

1
139
Foto: Divulgação

Vitória Soares- Gazeta do Cerrado

Em conversa com a equipe da Gazeta do Cerrado, o advogado do governador Mauro Carlesse, Juvenal Klayber, afirmou que não acredita na possibilidade de uma cassação. Segundo ele, não há tempo para este julgamento até os fim do mandato da suplementar.

“Nós acreditamos que não há tempo para uma cassação pelos fatos supostamente ocorridos”, disse.

O advogado afirmou ainda que se houver uma condenação, fato que ele não acredita que ocorra, o que poderia acontecer seria uma suposta inelegibilidade em uma próxima eleição que Mauro Carlesse fosse disputar. Entretanto, ele acredita que as provas não são firmes para uma condenação.

Juvenal também disse que será comprovada a inocência de Carlesse e que estão trabalhando para isso.

“Nós apresentaremos alegações finais e comprovaremos que não houve nenhum ato ilícito”, concluiu.

O Procurador Eleitoral, Álvaro Manzano se manifestou esta semana a favor da cassação de Carlesse e de seu vice, Wanderlei Barbosa em razão das acusações que constam na Ação de Investigação eleitoral.

A Aije ainda será analisada no pleno do TRE porém o recesso na corte já se avizinha em alguns dias e o mandato se encerra no fim de dezembro.

O governador reafirmou em nota a legalidade das ações de campanha, e por isso, disse confiar que o resultado do julgamento terá um desfecho positivo para que o Tocantins prossiga em seu trabalho de manutenção da estabilidade política e jurídica.

1 comentário

  1. Se procedimentos assim não forem o bastante para cassação de um mandato eu não faço a mínima ideia do que mais será preciso.
    “FANTASMAS PALÁCIO ARAGUAIA”
    Polícia apreende documentos e encontra indícios de que Palácio Araguaia tem 300 ou mais servidores fantasmas. Secretaria-Geral de Governo deveria ter 623 pessoas trabalhando, mas investigadores só encontraram folhas de frequência de metade dos servidores. Força-tarefa deve ser montada para investigar o caso.
    É uma vergonha.

Sua opinião é muito importante: