Muita articulação e pouca definição: Vanda Monteiro e Jorge Frederico ainda não definiram candidato para comando da AL

0
121
(Divulgação)

Rogério Tortola- Gazeta do Cerrado

Na Assembleia Legislativa do Tocantins continuam as articulações em torno dos nomes que devem disputar a presidência da casa.

Nesta terça-feira, 11, muitas críticas em torno do andamento dos projetos dentro da casa, deputados reclamaram e alguns, como José Bonifácio (PR), se exaltaram cobrando que matérias sejam colocadas em pauta para serem votadas.

Esta cobrança recai diretamente sobre a deputada Luana Ribeiro (PSDB) presidente da casa e naturalmente candidata a reeleição. A deputada tem mantido uma postura discreta e até mesmo distante, deixando para ir ao embate numa data mais próxima da eleição.

Os pré-candidatos cotados entre os parlamentares são Toinho Andrade (PHS), Vilmar de Oliveira (SD), Eduardo do Dertins (PPS) e Nilton Franco (MDB).

Para a recém eleita deputada estadual Vanda Monteiro (PSL), que chegou a participar de uma reunião com deputados na casa da também eleita Claudia Lélis (PV), o momento é de ouvir as proposituras.
“Estou ouvindo as propostas de cada um para no momento certo decidir”, disse Vanda,que ainda afirmou não ter candidato definido.

A Gazeta do Cerrado ouviu ainda o deputado Jorge Frederico (MDB), para ele a escolha da maioria deve ficar para final de janeiro.

“Já vou para minha quinta legislatura e pela minha experiência a decisão deve ficar para os dias mais próximos da eleição, antes é só especulação”, destaca Frederico.

Especulação ou não o fato é que nos bastidores as articulações continuam e o cargo de presidente é fundamental para os interesses do Executivo estadual e até primeiro de fevereiro, data da eleição, a lista de candidatos deve diminuir.

Sua opinião é muito importante: