Desvios no Incra: Carlão da Saneatins é solto

0
76
Superintendente do Incra foi exonerado após suspeita de desvio de recursos públicos - Reprodução TV Anhanguera

O ex-superintendente do Incra no Tocantins, Carlos Alberto da Costa, ganhou a liberdade provisória, nesta quinta-feira, 10. A decisão é do juiz federal substituto João Paulo Abe, da 4ª Vara de Justiça de Palmas.

Costa estava preso desde o último dia 19 após uma operação da Polícia Federal. Ele é investigado por suspeita de fraude e desvio de recursos públicos no Incra.

Carlão da Saneatins, como é conhecido, deve pagar fiança no valor de 50 salários mínimos e não pode se ausentar por mais de 30 dias de Palmas, para ser libertado. A decisão cabe recurso.

Ainda conforme a defesa do ex-superintendente, o suspeito deve fazer o pagamento da fiança nesta sexta-feira, 11.

Para tomar a decisão de libertar o investigado, a Justiça entendeu que a exoneração já era suficiente para que a ordem pública fosse garantida, desde de que não houvesse interferências nas investigações.

Na época, a Polícia Federal e o procurador da república Paulo Marques, pediram a prisão do suspeito. Ministério Público Federal afirmou que houve movimentação bancária nas contas de Carlão e que seriam desproporcionais e incompatíveis com a condição do servidor.

As investigações apontaram ainda que suspeito teria recebido cerca de R$ 5 milhões em propina.

*Com informações do G1 Tocantins

Sua opinião é muito importante: