Conheça cursos para desenvolver seu lado executivo em 2019

0
70
(Vimvertigo/Thinkstock)

Cursos executivos com foco em inovação podem impulsionar a sua carreira. Saiba algumas opções de curta duração para quem quer conhecer mais sobre transformação digital. Algumas têm foco em determinados assuntos, como acontece com o curso executivo sobre fintechs da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Outras podem conquistar quem busca por inspiração fora do Vale do Silício, como o promovido pela Chinnovation, com aulas com executivos da Alibaba. Confira as opções abaixo:

Alibaba Executive Course

Pela primeira vez, o curso executivo da Alibaba acontece no Brasil. A gigante da internet fundada por Jack Ma oferece o curso de 25 a 27 de janeiro em São Paulo em parceria com a Chinnovation. Entre os assuntos abordados estão como sobreviver no comércio eletrônico, criação de marca, relacionamento com o consumidor e operações na internet. O curso será em mandarim e inglês, mas contará com tradução simultânea.

Fintechs – Inovação e Disrupção no Mercado Financeiro (FGV)

Se a ideia é partir para o aquecido mercado de fintechs, um curso rápido, mas com foco no assunto, pode ajudar. Com duração de 3 meses, o programa começa com um panorama que vai do surgimento do dinheiro até as fintechs. Aspectos técnicos, como APIs, blockchain e criptomoedas, são parte do curso. A FGV indica as aulas para “profissionais de nível superior, investidores, mentores e empreendedores”.

Programa Executivo de Inovação do Marketing (ESPM)

A ESPM oferece o curso com objetivo de aprofundar o conhecimento de executivos sobre o que buscam os consumidores contemporâneos com olhar voltado ao marketing. O programa  abraça de discussões sobre branding até gestão de crises e reputações.

Transformação Digital (FGV)

Quer saber identificar as oportunidades trazidas pelo processo de digitalização das empresas e da sociedade? O curso Transformação Digital, oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), aborda os impactos da transformação digital em setores como varejo, saúde e agronegócio. Além disso, dá base sobre assuntos como computação em nuvem, blockchain, inteligência artificial e data science.

 

 

Fonte: época Negócios

Sua opinião é muito importante: