Ponte de Porto: Moradores estão preocupados com rachaduras e fiscalização

0
266
Rachaduras comprometem a segurança de quem passa pela ponte sobre o rio Tocantins, em Porto Nacional

Lucas Eurilio – Gazeta do Cerrado

A ponte que dá acesso à TO-225, em Porto Nacional, região central do Tocantins, tem sido alvo de reclamações de diversos motoristas que se sentem inseguros em passar pelo local. A Gazeta do Cerrado acompanha o caso desde o ano passado mas o problema parece estar longe de ser resolvido.

Uma foto enviada à nossa equipe nesta sexta-feira, 11, mostra uma rachadura na Ponte e moradores afirmam que nos últimos dias não houve agentes fazendo fiscalização sobre o peso que deve ser menor do que 30 toneladas.

Procurado pela Gazeta, o governo afirmou que a fiscalização já foi normalizada. “A Ageto conta com duas balanças móveis com agentes no local fiscalizando”, informou.

Nova ponte

Nos primeiros 11 dias de janeiro de 2019, ainda não há uma previsão de quando as obras para a construção da nova ponte em Porto Nacional vão ser iniciadas.

O Governo do Tocantins informou nesta sexta-feira, 11, que pleiteia o financiamento junto à Caixa Econômica e que está tomando as providências para o enquadramento do Estado na LRF o que possibilitará captar os recursos e realizar a obra

Entenda mais sobre a ponte de Porto Nacional

Ponte foi construída em 1979 – Reprodução Google Imagens

Construída em 1979, a ponte foi interditada em 2011 para veículos acima de 30 tonelas, por apresentar danos em sua estrutura e oferecer riscos à vida de motoristas. Apenas carros de pequeno porte podem transitar no local.

Em 2018 a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) disse que a empresa responsálvel pelas obras, estava finalizando o detalhamento do projeto da construção. “Quando tiver início, as obras serão concluídas em um prazo de 900 dias. ”

Na época, A agência informou que os serviços estavam em fase preliminar e que só teriam início após o Projeto Executivo, Licença da Água, Licença Ambiental e Projeto de Canteiros de Obras, ficarem prontos.

Segundo as informações da própria Ageto, a construção da nova estrutura está orçada em R$ 102 milhões e devem ser financiadas pela Caixa Econômica Federal (CEF).

A estrutura da nova ponte será de 1088 metros de concreto e 400 de aterro.

Além disso, o órgão informou também que uma balsa para fazer o transporte de veículos de grande porte, seria contratada para fazer a travessia, mas até o momento, nenhuma empresa foi contratada para fazer o serviço.

Com isso, motoristas continuam se arriscando.

O outro lado

Em nota o Governo do Estado, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), informa que a fiscalização está normal. A Ageto conta com duas balanças móveis com agentes no local fiscalizando. Sobre às obras da nova ponte, o Estado pleiteia financiamento junto a Caixa Econômica e está tomando as providências para o enquadramento do Estado na LRF o que possibilitará captar os recursos e realizar a obra.

 

Sua opinião é muito importante: