Aventura em família: Pai e filha vão percorrer mais de 7 mil km pelo Brasil

0
180
Foto: Arquivo pessoal

Para viajar nas férias em família há quem escolha uma cidade praiana ou um parque de diversões. Mas Ruy Façanario, 54, apostou em algo mais inusitado para ir com a filha Bianca, de 13 anos: pegar o carro e desbravar mais de 7 mil quilômetros do Brasil, incluindo quase todo o litoral do Nordeste.

Detalhe: o roteiro aventureiro não tem hospedagem pré-definida. A ideia é parar onde eles mais gostarem e decidirem na hora onde passarão a noite. A jornada dos dois começou no último dia 8, partindo de São Paulo.

Pai e filha cruzaram os estados de Minas Gerais, Goiás e Bahia até chegarem à cidade de Barra Grande, no Piauí, na noite do dia 10. Lá estava a primeira praia do trajeto, que terá por volta de 20 dias. “O maior desafio dessa viagem é que sabemos para onde vamos, mas não onde vamos ficar. Serão paradas surpresa, para nós dois”, explica Ruy. Empolgada, Bianca completa: “A gente tem uma rota, mas nenhuma ideia do que vamos encontrar”

A ideia, Ruy conta, é parar em praias pequenas, cachoeiras, lugares pouco visitados e buscar as coisas mais inusitadas possíveis. “A gente quer explorar a gastronomia dos lugares, a cultura das pessoas, o artesanato, como as pessoas vivem. Por onde a gente passar, quer extrair o máximo, não só das belezas naturais, mas também das informações culturais, o que a gente pode aprender e pode levar”, afirma.

A dupla vai percorrer oito dos nove estados nordestinos pelo litoral – só Maranhão ficou fora da lista nesta viagem. Do Piauí, Ruy e Bianca vão descer a costa brasileira, passando por Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia.

Essa não é a primeira vez que pai e filha se jogam na estrada juntos. Ruy, que é psicólogo por formação, trabalha como produtor e apresentador do Programa Planeta Turismo e, por conta das gravações, já conseguiu apresentar muitos destinos incríveis à filha.

Juntos, já viajaram para o Amazonas, para ficar hospedados no meio da floresta; viram cânions no Parque Nacional dos Aparados da Serra; e visitaram a Costa do Cacau, na Bahia, por exemplo. A primeira viagem dos dois sozinhos foi quando Bianca tinha 5 anos.  “Eu encaro qualquer aventura, da mais louca à mais ‘light’, e meu pai sabe disso”, diz a garota. “Ela já é aventureira desde pequena. Gosta de tudo que a natureza proporciona”, confirma o pai.

Além dos belíssimos lugares por onde passou, Bianca revela qual a melhor experiência dessas jornadas. “Quando comecei a viajar com ele, eu conheci melhor meu pai. Tivemos que nos unir cada vez mais, nos adaptar e entender as nossas opiniões que às vezes são contrárias. Sempre, em cada uma das viagens, eu tenho uma lembrança que fica marcada na memória”

 

 

 

Fonte: Uol

Sua opinião é muito importante: