Exclusivo: Ajustes em Agência adiam publicação da reforma; “Não queremos agir com precipitação para evitar problemas”, diz governador

0
325
Governador do Tocantins, Mauro Carlesse - Divulgação

Maria José Cotrim – Editora Chefe da Gazeta

O Governador Mauro Carlesse concedeu entrevista à Gazeta do Cerrado na qual fala sobre a reforma administrativa e os próximos passos do governo nesta segunda quinzena do ano.

Ele começou avaliando as primeiras duas semanas. “Nestas primeiras semanas, nos dedicamos a atender as prioridades imediatas, pois o Estado passou por um longo período de vedação eleitoral e isso atrapalhou o desenvolvimento de várias. Agora, a prioridade é finalizar os trabalhos da montagem da estrutura governamental”, disse.

Carlesse continuou ainda: “Não queremos agir com precipitação para evitar problemas. Tudo está sendo analisado e estamos fazendo os ajustes para que o novo modelo dê certo e temos certeza que dará”, afirmou.

Carlesse disse ainda ter certeza que a nova reforma resolverá os problemas do governo. “Já temos a convicção de que os resultados planejados serão alcançados. Será uma economia substancial de gastos com pessoal e custeio”, afirmou.

A Gazeta apurou o motivo pelo qual a Medida Provisória da reforma ainda não foi publicada e o governador confirmou: “Estamos finalizando os trabalhos visando a publicação da reforma, no entanto, existem ainda algumas demandas, como por exemplo, a criação da Agência de Tecnologia da Informação. É um trabalho mais complexo, mas dará uma nova dinâmica na modernização do Governo em todos os setores e isso requer um pouco mais de tempo”, disse.

O governo tem novo prazo para a MP. “A nossa previsão é de que até o fim da próxima semana, estaremos com todos os procedimentos da reforma concluídos. O certo é que a nova estrutura deve começar a funcionar em 1º de fevereiro, juntamente com a aprovação no orçamento para 2019, que é a base da execução deste novo modelo”, concluiu.

A reforma anunciada traz cortes e incorporação de algumas pastas.

Sua opinião é muito importante: