“Todas as situações, se houverem, serão esclarecidas”, garante Comandante dos Bombeiros sobre denúncias

0
94

Em reunião com as bombeiras militares lotadas em Palmas nesta quarta-feira, 16, o comandante do Corpo de Bombeiros Militares do Tocantins, coronel Reginaldo Leandro da Silva, informou que está à disposição das mulheres do órgão os mecanismos de controle interno da corporação, como a Corregedoria e a Ouvidoria.

O comandante disse que a reunião teve o objetivo de levar o apoio institucional às bombeiras militares, “preocupados que estamos com esse denuncismo feito de forma generalizada e que ferem a imagem da corporação”, referindo-se a denúncia de assédio moral e sexual envolvendo a corporação.

Segundo o coronel Leandro, os órgãos de controle interno estão à disposição para que aquelas que se sentirem vítimas dentro da corporação façam a sua denúncia dentro do inquérito já instaurado, para que seja apurada. “Colocamos também, caso haja interesse, a disposição de buscar o controle externo, por meio do Ministério Público, para que os fatos sejam todos elucidados”, afirmou.

Como fruto da reunião, a Ouvidoria do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins passará a ter como chefe uma bombeira feminina. “Não concordamos com nenhuma ação contrária à legalidade, à ética e que fira a pessoa humana de nossas militares. Todas as situações, se houverem, serão esclarecidas. Queremos passar a corporação a limpo e manter a moral que sempre esteve presente em nossas unidades e é imprescindível para nossas atividades”, enfatizou.

“Nós lidamos o tempo todo com o risco de nossa própria vida e estamos prontos para enfrentar todos os perigos, como um incêndio de grandes proporções, desastres, desmoronamentos, etc, para salvar a vida de quem precise de nossa ação. A população precisa do nosso apoio e estamos prontos para servi-la. Essa luta é a razão de nossa existência. A motivação de estarmos trabalhando em prol da sociedade é a manutenção da vida”, encerrou.

A reunião contou também com a presença do secretário de Estado da Comunicação Social, João Neto.

Sua opinião é muito importante: