Aumentam movimentações em busca dos votos pela presidência da AL; saiba como será eleição

Luana e Toinho são candidados à presidência da Assembleia Legislativa do Tocantins

Equipe Gazeta do Cerrado

Estamos a menos de 15 dias da posse dos deputados e da eleição da nova mesa diretora da Assembleia Legislativa.

Além do cargo de presidente, a mesa diretora conta ainda com primeiro e segundo vice-presidente, primeiro, segundo, terceiro e quarto secretários, ou seja, um total de sete integrantes. Todos deverão ser eleitos no dia 1º de fevereiro para dirigir a AL de 2019 a 2022.

– Como funciona a eleição

Logo após os deputados tomarem posse, no dia primeiro, é convocada a eleição. A sessão é encerrada e é marcado um horário para que seja realizada a votação.

Este intervalo de tempo, entre a sessão de posse e de eleição, é o período para o registro das chapas.

As chapas deverão conter os sete nomes (presidente, primeiro e segundo vice-presidentes, primeiro, segundo, terceiro e quarto secretários,) para serem homologadas.

A votação é secreta e em seguida a chapa vencedora é anunciada e já começa o mandato para o próximo biênio.

– A disputa

Após várias especulações e conversas de bastidores, parece que agora a disputa está mesmo polarizada entre a atual presidente, a deputada Luana Ribeiro (PSDB) e o deputado Toinho Andrade (PHS).

Dizem que Toinho já teria chegado aos 18 votos. Por outro lado, Luana segue na busca com ajuda inclusive de prefeitos aliados que tentam mobilizar deputados próximos e busca reverter estes números junto aos parlamentares. Historicamente a eleição se consagra horas antes e até lá tudo pode acontecer.

Outra questão: a indicação de vice está quente nos bastidores já com nomes cotados como o de Amélio Cayres, parlamentar da região do Bico.

Clima de silêncio entre os deputados mas não faltam conversas dos dois lados. A Gazeta do Cerrado, conversou com o deputado, Jair Farias, o mais votado do MDB, com 22.952 votos.

Jair é um dos oito novos deputados e obviamente não abriu o seu voto, mas confirmou que foi procurado tanto por Luana, como Toinho, confirmando assim o clima de disputa acontece nos bastidores.

– O peso dos novatos

Por falar em novatos, qual seria o peso deles nesta eleição? São oito deputados e com exceção do PV, de Cláudia Lélis e Issan Saado, os demais são de legendas diferentes. Aliás Cláudia chegou a convidar os colegas parlamentares para uma reunião, onde, entre outros assuntos, a eleição da AL esteve em pauta, uma demonstração de como estão atentos a importância deste momento.

Os demais não se manifestam sobre os votos.

Sua opinião é muito importante: