De vereador a presidente da AL: Toinho Andrade confirma favoritismo e é eleito para comandar Legislativo do Tocantins

Toinho Andrade - (Divulgação)

Especial Gazeta do Cerrado

O deputado estadual Toinho Andrade do PHS venceu com maioria absoluta a eleição da Assembleia e será o novo presidente da Casa nos próximos dois anos.

A votação foi secreta e Toinho teve 21 votos.

Veja como foi a votação 

Foto: Rogério Tortola

Foram registradas três candidaturas a presidência da Assembleia, Toinho Andrade (PHS), Luana Ribeiro (PSDB) e Júnior Geo (PROS).

Luana mesmo sem apoio não abriu mão de disputas a reeleição, já a candidatura de Júnior Geo, foi definida por ele, como de princípios.

A única chapa completa registrada foi a de Toinho Andrade, composta por: Eduardo Dertins (SD), na 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, Nilton Franco (MDB), 1º secretário, Jorge Frederico (MDB), 2º secretário, Cleiton Cardoso (PTC), 3º secretária, Wanda Monteiro (PSL) e 4º secretário, Amália Santana (PT).

As candidaturas de Luana e Professor Júnior Geo a presidência foram avulsa.

Ao final da votação, Toinho Andrade ou Antônio Andrade, como pediu para ser chamado em homenagem ao pai, foi eleito com maioria esmagadora dos votos, 21 dos 24 deputados votaram no candidato.

Luana Ribeiro teve um voto, Professor Júnior Geo também apenas um voto e um voto foi nulo.

Foto: Rogério Tortola

Conheça mais sobre o novo presidente da casa 

Antônio Poincaré Andrade, conhecido como Toinho Andrade, nasceu em Porto Nacional, onde foi vereador por três mandatos e presidente da Câmara. Toinho é casado com Virginia Pereira da Silva Andrade e pai de Daniela de Cássia, Tony Márcio, Patrícia e Marcus Vinícius. Ele é filho de políticos tradicionais de Porto e região.

Em 2002, Toinho foi candidato a deputado estadual, tornando-se primeiro suplente. Do dia 1º de novembro de 2004 a novembro de 2005 assumiu a vaga. Nas eleições de 2006, ficou novamente na primeira suplência e em 2007 assumiu a Secretaria Extraodirnária de Coordenação Institucional do Estado. Em 2009, assumiu o mandato definitivo como parlamentar na Assembleia Legislativa, onde foi vice-líder do DEM e, na eleição de 2010, assumiu a vaga de deputado sendo reeleito em 2014.

 

Sua opinião é muito importante: