“Calma, rapaz!” Carlesse e Joaquim Maia se estranham antes de interditar ponte

0
346

Maju Cotrim

O prefeito de Porto, Joaquim Maia e o governador Mauro Carlesse bateram boca por causa da interdição da Ponte na manhã desta quinta-feira, 7. Maia disse que não há um levantamento técnico que justifique a interdição. “O controle mais rigoroso do tráfego minimiza estas situações”, sugeriu Maia. A discussão foi ao vivo pela página do prefeito.

Maia disse ao governador que a prefeitura está á disposição para ajudar mas se manifestou contra a interdição. Carlesse reagiu, disse que é contra os quebra-galhos e que a posição do governo é mesmo de interditar para poupar vidas.  “Proteger a vida do cidadão”, disse. Uma assessora do prefeito, a Jornalista Marimar que estava gravando, disse que a medida mata a economia do município.

“Os outros governadores não resolveram, nós vamos resolver, vamos construir a Ponte”, disse Carlesse.

Carlesse saiu no meio da discussão e eles chegaram a se estranhar. “Estou tomando as providências pelo município”, disse. ‘Caindo a ponte o problema vai ser do governador e não do prefeito”, disse. Maia segurou levemente o governador que fez questão de voltar e responder a assessora: “Calma, rapaz!”, disse Carlesse.

A Assessora questionou que a decisão foi tomada sem ouvir o Município.

Assiste o vídeo aqui: ( a partir de 5:51)

Sua opinião é muito importante: