“Medida precipitada e sem planejamento algum”, diz prefeito Joaquim Maia sobre interdição da Ponte

Maju Cotrim

O prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia do PV reagiu á interdição da Ponte de Porto Nacional. “Como Prefeito de Porto Nacional e cidadão portuense, queremos deixar bem claro a nossa indignação com o fechamento da Ponte de Porto Nacional, sem embasamento técnico conclusivo e sem uma solução de mobilidade para a nossa população”, disse.

Ele afirmou também: ” Medida precipitada e sem planejamento algum. Não pode se tratar uma questão séria dessa maneira. Temos do outro lado da ponte, mais 6 mil portuenses isolados. Como o governador externou, a população vai pagar a conta e a balsa! Estamos voltando aos primórdios dos tempos com essa postura! Muito prejuízo e transtorno para nossa comunidade! Isso é inaceitável!”, disse.

Ele esteve na ponte na manhã de hoje assim como o governador Mauro Carlesse.

Sua opinião é muito importante: