Moradores atravessam ponte de Porto a pé após interdição; motos e bicicletas também têm passagem liberada

0
99
Após interdição da ponte, moradores fazem a travessia a pé - Divulgação

Equipe Gazeta do Cerrado

Moradores de Porto Nacional, de Pinheiropolis e da Escola Brasil atravessam a ponte a pé após a interdição total feita esta semana pelo Governo do Tocantins. Eles têm a rotina na cidade tanto trabalhando como em busca de serviços.

A passagem de motos, bicicletas e pedestres está liberada, pois não gera um impacto capaz de atrapalhar os trabalhos realizados na estrutura.

A interdição

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, esteve na manhã da última quinta-feira, 7, em vistoria na ponte de Porto Nacional, na Rodovia TO-255. O chefe do Poder Executivo viu, de perto, a atual situação da superestrutura e determinou que a ponte seja interditada, de acordo com o cronograma já divulgado pela Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), para que sejam feitos os estudos necessários.

Não há prazo para interdição da Ponte e uma balsa começará a operar no local.

Sua opinião é muito importante: