Piauí tem a primeira advogada trans com nome social

0
74

Flávia Vallenares é a primeira mulher trans a receber a carteira de advogada da Ordem dos Advogados Brasileiros (OAB) no Piauí com seu nome social. Flávia contou ao G1 de Piauí  que sabia desde 2014, quando ingressou no curso, que seria a primeira mulher trans bacharel em direito do estado.

“Eu sabia desde que eu entrei no curso de bacharelado em direito, em 2014. Nós também não temos trans no curso e eu fui a primeira também”, disse.

Sobre a vida acadêmica, Flávia relata que foi uma caixa de surpresas com muitas experiências e menos dificuldades do que muitos imaginam. “Honestamente não houve dificuldades que não pudessem ser superadas e se fosse o caso de começar do zero eu faria tranquilamente sem nenhum problema”, declarou.

Sobre ser uma mulher trans no ambiente jurídico, Flávia diz que o meio não é fácil para ninguém e não seria diferente para ela.

Flávia com seus padrinhos ao receber a carteira da OAB. — Foto: Flávia Vallenares/Arquivo pessoal

Flávia com seus padrinhos ao receber a carteira da OAB.

“A questão da advocacia é que ela não é uma área fácil, tem seus altos e baixos então o que se coloca em questão é que se não é fácil nem para um nem para outro, para mim também não será. Mas a gente está aqui para trabalhar, então venha o que vier que a gente está pronta”, disse.

“Eu espero que sirva de motivação porque eu quero realmente gerar bom exemplo com o estudo para conseguir as coisas. Não é fácil, mas foco e determinação são necessários porque no final tudo dá certo, basta acreditar. A gente só consegue alguma coisa estudando mesmo, não tem outro meio”, declarou.

Fonte: G1 Piauí

Sua opinião é muito importante: