Projeto Congos de Monte do Carmo começará oficinas para fortalecer transmissão de saberes

O Projeto Congos de Monte do Carmo, selecionado pelo Prêmio Culturas Populares – edição Selma do Coco 2018 do Ministério da Cultura, iniciará suas atividades na segunda quinzena de fevereiro.

O projeto do mestre de congo Juarês Carvalho de Oliveira em parceria com a Associação dos Foliões de Monte do Carmo, Coletivo Arte e Memória – Projetos Culturais e a prefeitura municipal de Monte do Carmo, tem como objetivo fomentar a transmissão de saberes, com a realização de oficinas e a criação de uma Escolinha de Congo em Monte do Carmo.

As oficinas, serão de canto, dança e confecção de instrumentos de percussão próprios da congada de Monte do Carmo, com carga horária de 8 horas cada. Receberão as oficinas: a escola municipal Durval Silva, as escolas estaduais Professora Dina de Oliveira Amorim e Agrícola Brigadas Che Guevara, e o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Após as oficinas será criada a Escolinha para acolher jovens e crianças que queiram dar continuidade à prática do congo, formando assim um grupo de congo mirim.

O projeto manterá a escolinha por um período de seis meses, com encontros quinzenais. A escolinha, além da transmissão de saberes proporcionará renda aos mestres por meio da remuneração das oficinas ministradas e, posteriormente, por meio da confecção e venda de instrumentos.

Sua opinião é muito importante: