Estudantes que moram do outro lado da ponte em Porto terão transporte

0
34

Visando amenizar os impactos do fechamento da ponte,  O prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia,  está colocando ônibus para transporte dos estudantes, que moram do outro lado da ponte interditada, a partir desta quarta-feira, dia 13 de fevereiro, nos horários e rotas abaixo.

De acordo com o prefeito, ele identificou, durante reuniões com a comunidade dos distritos impactados, a necessidade de se colocar esse ônibus para dar condições de mobilidade aos estudantes: “Nossa intenção é dar condições aos estudantes de retomarem seus estudos, já tão prejudicados pela interdição da ponte”  – justificou o gestor.

Prefeito Joaquim Maia conversa com dirigentes do IFTO e UFT – Campus Porto Nacional – para traçar alternativas de mobilidade aos estudantes

WhatsApp Image 2019 02 09 at 21.16.32

Prefeito Joaquim Maia, durante reunião com a comunidade do Distrito de Nova Pinheirópolis, em busca de solução, para amenizar impactos negativos causados pelo fechamento da ponte.

WhatsApp Image 2019 02 09 at 21.16.47

No Distrito de Escola Brasil, o prefeito Joaquim Maia conversou com a comunidade e já levou os secretários para providencias urgentes

Horários e Rotas

 

Entenda

A Ponte de Porto Nacional foi interditada pelo Governador do Tocantins, Mauro Carlesse, no último dia 07 de fevereiro. Esse fechamento ocorreu sem disponibilizar outra alternativa de mobilidade à população que mora nos distritos Nova Pinheirópolis e Escola Brasil, localizados após a ponte. A ponte Dom Alano é a principal ponte do município e é por onde era escoada a grande produção de grãos que Porto Nacional coloca nos mercados todas as safras, sobretudo, soja, milho e frutas. A volta para o acesso normal à cidade passou a ser de 190 km.

 

Fonte:  SECOM PORTO NACIONAL

Sua opinião é muito importante: