Ex-secretário do PHS não vai a audiência e desiste de ação contra Carlesse

0
60
Ministério do Trabalho em Palmas - Reprodução Google Imagens

Os advogados de Geovane Venâncio, ex-secretário do partido PHS, pediram o cancelamento da audiência inicial que cobrava salários atrasados e ainda acusava o governador Mauro Carlesse, de deixar o partido às traças.

O pedido de desistência da ação trabalhista partiu da advogada de defesa, Eulerlene Angelim Gomes, ela justificou a desistência considerando que o cliente teria se recusado a comparecer na audiência que aconteceria nesta quinta-feira,14.

“Tendo em vista que o reclamante não irá comparecer por vários motivos de foro íntimo e psicológico, além de não atender aos telefonemas, requer a desistência da ação, com o cancelamento da audiência inicial marcada para o dia 14/02/2019 e intimação da reclamada.

A advogada pediu ainda a isenção das custas.

“Requer ainda, a isenção do pagamento de custas, tendo em vista, a sua condição de hipossuficiência econômica, pois o mesmo parece estar com algum problema psicológico, desempregado e sem direção. Sendo assim por falta de interesse do cliente, requeremos o arquivamento do processo, sem resolução do mérito”.

Valores que seriam cobrados na ação

Segundo o secretário do partido, os salários atrasados referiam-se aos meses de março, abril, maio, junho, julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro de 2018, totalizando o montante de R$ 50 mil.

Horas extras de R$ 5 mil.

13º salário proporcional, no valor R$ 4.170,00.

Férias proporcionais, no valor de R$ 4.170,00.

FGTS no montante de R$ 5,5 mil.

Veja aqui a ata da audiência.

Sua opinião é muito importante: