“Nós Por Elas” acontece nesse sábado e arrecada fundos para revitalização da base da Patrulha Maria da Penha

0
23

 

Por Rafael Miranda

Acontece nesse sábado, 16, o show beneficente “Nós Por Elas”, organizado de maneira independente, com objetivo de arrecadar fundos para revitalização da base da Patrulha Maria da Penha, localizada no Jardim Aureny III. A referida base atua no sentido de garantir o cumprimento de medidas protetivas para mulheres vítimas de violência doméstica em Palmas.

Com diversas atrações artísticas, o “Nós Por Elas” irá ocorrer no Tendencies Rock, na quadra 104 sul, a partir das 16 horas, com ingressos no valor de R$ 20,00. Entre as atrações confirmadas estão: Barbarella, LuaOdara, Vera Canta o Que Quer e Marluzah, acompanhada pelos músicos Thiago Play e Marcelo Linhares, além de DJ’s e poetisas que irão se apresentar durante todo o evento.

O show beneficente está sendo organizado pela 1ª Tenente Flávia Roberta Pereira, da Policia Militar, responsável pelo comando da Base, juntamente com a policial civil, Patrícia Vasconcelos, que atua na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) e pela psicóloga Raphaella Pizani, que atende no Hospital Geral de Palmas.

A ideia de produzir o evento surgiu a partir da necessidade de revitalizar a base, contou a Tenente Flávia. “Percebemos a necessidade de deixar a base mais acolhedora, mais bonita visando o melhor atendimento possível à mulher vítima de violência doméstica que nos procurar”.

A policial civil Patrícia Vasconcelos destacou o alto número de atendimentos que ocorreram no estado ano passado. “Somente em 2018, foram realizados quase 3 mil atendimentos em todo o Tocantins, o que dá uma média de quase nove por dia. Aqui em Palmas, precisamos ampliar a estrutura da base, pois talvez essa seja a última alternativa que podemos oferecer como garantia desse direito a proteção”.

Patrulha

A implantação da Patrulha Maria da Penha (PMP) em Palmas foi levada ao Comando da Polícia Militar do Tocantins no ano passado, e desde então foram sendo realizadas ações para a implantação da PMP, entre elas, uma visita técnica à Ronda Maria da Penha na Bahia, pioneira nesse tipo de atendimento, ocorrida em agosto do ano passado.

Sua opinião é muito importante: