Conhecimento & Arte: Alunos visitam exposição sobre a criação do Tocantins

A Escola de Tempo Integral (ETI) Aprígio Thomas de Matos, localizada na zona rural de Palmas foi a primeira unidade educacional a visitar a exposição Siqueira Campos, um estadista do setentrião goiano ao Tocantins, que narra a história de luta pela criação do Tocantins desde a era colonial (século XVII), até a data em que foi criado o estado, em 05 de outubro de 1988.

Durante a visita, os 29 alunos do 5º e 6º ano da ETI Aprígio puderam conhecer a história da criação do estado retratada em 24 painéis ilustrativos com cerca de 80 fotos, objetos e documentos que apresentam a linha do tempo desse período de luta em busca da autonomia do Tocantins. Até o dia 19 de outubro, período que a exposição ficará aberta à visitação pública, todas as unidades educacionais da rede municipal de ensino levarão seus alunos para participar da mostra.

Nathassia Vitória Lopes, aluna do 5º ano da ETI, relatou que participar da exposição foi uma experiência maravilhosa. “Foi muito legal, porque eu só tinha estudado isso nos livros e hoje nós pudemos ver pelas fotos e objetos expostos como tudo aconteceu e como Siqueira Campos lutou para criar o nosso estado”, disse, enfatizando que vai pedir a sua mãe para voltar outras vezes.

Já para o seu colega Luis Fernando Magalhães, o que mais chamou sua atenção foi a foto emblemática que retrata o momento histórico da promulgação da Constituição Federal em 5 de outubro de 1988, data em que foi criado o estado do Tocantins. “Aprendi muitas coisas novas sobre a história do nosso estado que não sabia, foi muito bom ver essas fotos e objetos”.

Para o professor Raimundo da Costa Mota, sair da sala de aula para vivenciar a teoria na prática ajuda muito no aprendizado dos alunos. “Aqui eles estão visualizando a história viva por meio de vídeo, fotos, objetos e tudo que ouviram, essa é uma forma diferente de aprender que, com certeza, ficará melhor fixado na memória deles”.

A secretária municipal da Educação, Juscéia Gaberlini, destacou que a visita dos alunos na exposição representa um encontro do presente com o passado. “A exposição que retrata os 300 anos de luta pela autonomia desse território brasileiro serve para os alunos do presente, que serão os responsáveis pelo futuro, continuarem alimentando e cuidando dessa conquista e assumindo outras bandeiras como: a bandeira da igualdade, de mais oportunidades para todos, e que o Tocantins permaneça com aquele sonho acalentado lá atrás, um sonho de muito brilho no futuro”.

O projeto

Segundo o idealizador do projeto, José Wagner Praxedes, a exposição foi criada na intenção de reavivar a história do estado e é dirigida especificamente ao público estudantil porque as escolas de um modo geral, os alunos, sabem sobre a história de outros estados como Rio de janeiro, São Paulo, Minas Gerais, mas não sabem quase nada do Tocantins. “Com esse projeto nós estamos tentando reavivar a memória, por isso, nós vamos viajar para outras cidades do estado na intenção de levar essa história e mantê-la viva na vida dos estudantes de hoje”, afirmou.

A exposição Siqueira Campo segue aberta à visitação pública no Memorial Coluna Prestes da Praça dos Girassóis, até o dia 19 de outubro.

Sua opinião é muito importante: