Morte de capivara no Parque Cesamar em Palmas é investigada

Algumas capivaras vivem no Parque Cesamar - Foto - Monique Almeida/G1

Exames para identificar as causas da morte de uma capivara no Parque Cesamar, em Palmas seré realizado pela Prefeitura de Palmas. O animal que é um dos principais hospedeiros da bactéria causadora da febre maculusa.

A doença é transmitida através da picada de um carrapato conhecido popularmente como ‘carrapato estrela’.

Segundo um levantamento feito pela prefeitura, existem aproximadamente 172 capivaras vivendo em área urbana na Capital e boa parte da população desses animiais vivem no Parque Cesamar que é um ponto turístico muito frequentado por famílias e por quem busca o local para praticar atividades físicas.

Conforme as informações da Fundação do Meio Ambiente, a morte do animal pode não ter ligação com a febre maculosa, isso porque as capivaras brigam e causam ferimentos entre si.

O fundação disse ainda que o animal pode ter morrido de causas naturais, mas apenas após a necrópsia as causas da morte poderão ser confirmadas.

A Guarda Metropolitana Ambiental fez o recolhimento do corpo da capivara.

*Com informações do G1 Tocantins

__________________________________________________________________

Sua opinião é muito importante: