Anexo da AL custará R$ 64 mil por mês e vai abrigar toda parte administrativa; Gabinetes terão mais espaço

Assembleia Legislativa do Tocantins - Divulgação

Maju Cotrim

Mudanças na estrutura da Assembleia Legislativa. Conforme o presidente da Casa de Leis, Antônio Andrade já tinha afirmado à Gazeta em primeira mão, a parte administrativa irá para um anexo.

O local já foi alugado na 104 Norte e tem três andares, elevador e 24 vagas na garagem. O valor do aluguel mensal é de R$ 64 mil. O prazo é de 30 meses quando a Casa desembolsará quase R$ 2 milhões.

O imóvel é de Januário da Silva onde vai funcionar também a Escola Legislativa e a biblioteca que será reativada na atual gestão de Antônio Andrade.

No início desta Legislatura, alguns deputados chegaram a reclamar da falta de espaço nos Gabinetes então, maioria do espaço da atual sede vai ficar para os deputados. Muitos chegam a ter até dois espaços para gabinete e reivindicaram espaço para atender o público e líderes do interior.

Setores administrativos chegaram a ficar desalojados.

Porque mudar?

A mudança é uma reivindicação antiga dos próprios servidores principalmente de quem trabalha na área do subsolo da Casa de Leis. Algumas salas não tem janela, falta ventilação e alguns apontaram até que há ambientes insalubres.

A demanda surgiu também dos deputados que pediram ao presidente. O novo predio está ha 600 metros da Assembleia. Mais de 100 funcionários vão atuar no anexo.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:
Twitter - Gazeta do CerradoTwitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
YouTube - Gazeta do CerradoYouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

Sua opinião é muito importante: