Prédio do Complexo de Delegacias terá que ser desocupado em até 90 dias

Completo de Delegacias Especializadas fica na Teotônio Segurado em Palmas - Foto - Wilton Dias/TV Anhanguera

Equipe Gazeta do Cerrado

Uma nota divulgada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) nesta quarta-feira, 10,  afirma que o Governo do Tocantins terá o prazo de 90 dias para desocupar o complexo de Delegacias Especializadas na Avenida Teotônio Segurado.

A polêmica começou quando a juíza Cibele Maria Bellezia, da 1ª Vara da Fazenda e Registros Públicos de Palmas, determinou o despejo do prédio onde fica o complexo de delegacias da Polícia Civil em Palmas no dia 11 de março.

Apesar da nota afirmar também que o Governo do Tocantins “tem promovido o pagamento em parcelas mensais dos débitos referentes à locação de imóveis que sediam unidades policiais civis”, a advogada do dono do prédio disse que nenhum pagamento foi feito até o momento.

A estrutura abriga cinco delegacias especializadas que custam cerca de R$ 35 mil por mês de aluguel ao Estado. A dívida acumulada chega ao valor de R$ 224 mil.

O despejo aconteceria em março, mas o Governo consegiu na Justiça, o prorrogamento do prazo para desocupar o imóvel.

Confira a nota na íntegra da Secretaria de Segurança Pública

A Secretaria de Estado da Segurança Pública informa que o Governo do Tocantins tem promovido o pagamento em parcelas mensais dos débitos referentes à locação de imóveis que sediam unidades policiais civis, entre eles o Complexo II de Delegacias Especializadas da Capital.

A SSP esclarece que o Estado do Tocantins apresentou recurso no respectivo processo, sendo deferido o prazo de 90 dias para desocupação do imóvel, prazo em que será rescindido o contrato de locação, devolvido o imóvel e realocadas as delegacias em novo imóvel, de dimensões iguais, mas com valor de locação 44% menor.

Sua opinião é muito importante: