Abril Indígena terá rodas de conversa e programação especial no Tocantins

Secretaria da Educação abre Semana Abril Indígena, fotos Elias Oliveira )

Alunos do Centro de Ensino Médio Indígena Xerente (Cemix) estiveram em Palmas, nesta segunda-feira, 15, para participar da abertura das atividades Abril Indígena alusivas às comemorações referentes ao Dia do Índio. Os alunos apresentaram músicas e danças no hall da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes, com temas voltados para a união das raças e a beleza da diversidade brasileira.

Dentre as atividades do Abril Indígena, está o projeto Povo Indígena – Nossas Raízes, que será desenvolvido durante toda esta semana, com rodas de conversas realizadas em escolas públicas.

Na ocasião, o gerente de Educação Indígena, Waxiy Karajá, lembrou que os povos indígenas foram os primeiros moradores deste Brasil. “O objetivo dessas atividades é mostrar a realidade indígena. Mesmo morando na cidade, assumindo cargos públicos, nunca vamos deixar de ser indígenas e é apresentando a realidade de nossa cultura, que queremos reduzir o preconceito”, frisou Waxiy.

O professor Silvino Xerente do Cemix explicou que escolheu músicas que retratam temas como a união entre as pessoas. Uma das músicas foi criada para celebrar o Dia do Índio, mostrando a riqueza cultural. “Estamos aqui para ganhar o respeito das pessoas e da sociedade que passem a valorizar mais a nossa cultura”, frisou.

O secretário Executivo da Educação, Robson Vila Nova Lopes, ressaltou o momento de reflexão sobre os povos indígenas. “É importante essa reflexão, os indígenas enfrentam um desafio histórico de respeito e valorização de sua cultura. Devemos lembrar a importância dos povos indígenas na origem e formação da população brasileira”, frisou.

A estudante Beatriz Xerente disse que gostou da experiência de ter apresentado fora da aldeia.

Rodas de conversas

Nesta segunda-feira, as rodas de conversa sobre o tema Povos indígenas e nossas raízesserão realizadas no Centro de Ensino Médio Castro Alves, das 15 às 16h. Na terça-feira, 16, a ação será realizada na Escola Estadual Frederico Pedreira, das 10 às 11h. Na quarta-feira, 17, a roda de conversa será realizada na Escola Estadual Elizângela Glória Cardoso, das 9 às 10h, e no Centro de Ensino Médio Tiradentes, das 15 às 16h.

Na quinta-feira, 18, a roda de conversas será no Colégio Estadual São José, das 9 às 10h e no período da tarde, será no Colégio Estadual Vale do Sol.

Recebidos pelo governador

Os alunos foram ao Palácio Araguaia, onde foram recebidos pelo governador Mauro Carlesse e pela secretária da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar.

Povos indígenas no Tocantins

O Estado do Tocantins possui uma população indígena de aproximadamente 13.233 pessoas, que pertence ao Tronco Macro-Jê, sendo três famílias linguísticas: Akwe (Xerente), Timbira (Apinajé, Krahô e Krahô-Kanela) e Indy (Karajá, Javaé e Xambioá).

A população indígena está distribuída em 165 aldeias, das quais 108 delas possuem unidades escolares. Atualmente, estão matriculados nas escolas indígenas 5.469 alunos, que recebem ensino intercultural, bilíngue e educação básica.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:
Twitter - Gazeta do CerradoTwitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
YouTube - Gazeta do CerradoYouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

Sua opinião é muito importante: