Homem é flagrado dirigindo embriagado durante abordagem na BR-153

0
22
Hoem foi preso pro embriaguez ao volante - Divulgação PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a prisão do motorista embriagado na manhã desta segunda-feira (15), por volta das 09h20, em Paraíso do Tocantins/TO. A ocorrência foi registrada no km 497 da BR 153, e ocorreu durante abordagem de rotina realizada pela equipe da PRF.

Na ocisão o homem conduzia um KIA/Sportage LX, ano 2007.

Assim que abordado, o homem, de 41 anos, apresentou sinais de que estaria com sua capacidade psicomotora alterada, desta feita, foi realizado teste de etilômetro e este apresentou resultado de 0,58 miligramas de álcool por litro de ar alveolar, comprovando a suspeita inicial.

Por tal razão o homem foi preso em flagrante pelo crime de conduzir veículo com a capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool – Embriaguez ao volante, sendo então conduzido para a Central de Flagrantes para continuidade dos procedimentos legais.

Apenas em 2019, 67 condutores já foram flagrados dirigindo após consumir bebida alcoólica.

Pensando em beber e dirigir? Uma vez flagrado você pode ser preso em flagrante além de tal conduta configurar uma infração de trânsito gravíssima, que significa somar 7 pontos ao prontuário da CNH e multa no valor de R$ 2.934,70, ainda pode ter o direito de dirigir suspenso por 12 meses e o veículo retido. E o pior, você está colocando sua vida e a dos demais em perigo.

_______________________________________________________________________

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:
Twitter - Gazeta do CerradoTwitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
YouTube - Gazeta do CerradoYouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

Sua opinião é muito importante: